Sao Paulo confirma e FIAP e o primeiro patrocinador para 2016

São Paulo confirma dois novos patrocinadores para 2016

Faculdade de tecnologia FIAP e empresa de material de construção Jolie estamparão a barra da camisa do Tricolor durante o próximo ano

Gazeta Press

Sem patrocínio máster há mais de um ano, o São Paulo acertou nesta terça-feira (22 de dezembro) duas novas parcerias para o seu uniforme. A Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP) estampará a marca na barra frontal da camisa a partir de janeiro de 2016. Também serão fornecidos equipamentos para o clube, cursos de capacitação para os funcionários e vantagens para os torcedores associados. Já a empresa de materiais de construção Joli aparecerá na barra traseira da camisa, além de fornecer produtos para obras do Tricolor. Os valores dos acordos não foram revelados pela diretoria.

O contrato foi intermediado pela agência de marketing Wolff Sports & Marketing. “O acordo com a Fiap está totalmente alinhado ao novo momento do clube. Queremos ampliar a atuação dos patrocinadores para que possam efetivamente se relacionar com nosso principal ativo, que é a torcida”, afirmou Vinicius Pinotti, diretor de marketing do São Paulo.

Saiba mais:

Sonho possível? Presidente do River Plate quer a volta de Mascherano ao clube

De fora: 'Melhores do ranking', Inter, Santos e Cruzeiro não estão na Libertadores

Sucessores: Verón aposta em Neymar e Dybala na Bola de Ouro pós Era Messi-Ronaldo

Gustavo Gennari, presidente da Fiap, disse que a instituição de ensino também fornecerá cursos de formação para os jogadores são-paulinos. O foco da faculdade está voltado para tecnologia, inovação e negócios. “Teremos uma parceria que levará inovação e tecnologia de ponta ao clube, potencializando os resultados do time. Uma parceria que quer contribuir para a formação dos jogadores também fora do campo, levando conhecimento e novas ideias para todos os são-paulinos”, declarou.

José Francisco Manssur, vice-presidente de comunicação e marketing do São Paulo, afirmou que a parceria só foi possível por conta da reformulação da diretoria. O clube sofreu em 2015 com uma série de denúncias de corrupção que culminaram na renúncia do presidente Carlos Miguel Aidar. Segundo ele, o objetivo do atual mandatário, Carlos Augusto de Barros e Silva, é solucionar o impasse relacionado ao patrocínio máster. “Com a reconstrução da credibilidade do clube, novos parceiros virão”, pontuou Manssur.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!