Cruzeiro empresta Eurico e Hugo Ragelli para a Ponte Preta por um ano

Cruzeiro empresta Eurico e Hugo Ragelli para a Ponte Preta por um ano

Raposa justificou o empréstimo dos jovens à Macaca até dezembro de de 2016 como forma de fazê-los ganhar experiência

Gazeta Press

O Cruzeiro confirmou, nesta sexta-feira (4 de dezembro), o empréstimo de duas jovens promessas, formadas no clube celeste, para a Ponte Preta. Tratam-se do volante Eurico e do atacante Hugo Ragelli que ficarão emprestados à equipe do interior paulista até 31 de dezembro de 2016.

Natural de Santa Luzia-MG, Eurico, de 21 anos, é apontado no clube mineiro como o sucessor de Lucas Silva, bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro, em 2013 e 2014, que hoje atua pelo Olympique de Marselha, da França. Na Raposa desde 2008, o volante chegou a conquistar um Campeonato Brasileiro sub-20 com a camisa cruzeirense antes de ser promovido ao elenco profissional no começo do ano passado

Pela equipe de cima do Cruzeiro, Eurico já fez 14 partidas, sendo seis delas em 2014 e outros oito na atual temporada. Campeão mineiro e brasileiro pelo clube no ano passado, o volante, no último mês de julho, foi convocado para defender a seleção brasileira sub-23 durante a disputa dos Jogo Pan-Americanos de 2015, realizados no Canadá, conquistando a medalha de bronze.

Veja mais

Rivalidade: Dani Alves pede Real eliminado e diz que CR7 não merece Bola de Ouro

Fim da 'novela': Red Bull confirma motores da Renault para próxima temporada da F1

Despedida tricolor: Fabuloso se emociona em adeus, mas diz não saber por que está saindo

Também emprestado para a Ponte Preta, Hugo Ragelli, de 20 anos, não tem uma experiência tão extensa na equipe profissional, mas especialmente durante o período em que o técnico Marcelo Oliveira comandou o Cruzeiro, o centroavante, que chegou ao clube em 2014 após passagem pelo Palmeiras, era sempre chamado para treinar junto dos atletas da equipe de cima da Raposa.

Foi com o treinador, inclusive, que Hugo Ragelli disputou sua única partida pelo profissional, no empate por 1 a 1 com a Chapecoense, em Chapecó, pelo Brasileirão de 2014, quando acabou marcando o único gol celeste na partida. Com esta participação destacada, o centroavante acabou marcando o seu nome entre os jogadores campeões nacionais pela Raposa na temporada passada.

Fora o título pelo elenco profissional, o atacante também se sagrou, no ano passado e na atual temporada, bicampeão mineiro sub-20 pelo Cruzeiro. Em ambas as competições, Hugo Ragelli se destacou pela quantidade de gols marcados, sendo o vice-artilheiro do torneio em 2014, com 12 gols, e o goleador máximo da competição em 2015, com 10 gols anotados.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!