Engenheiro chefe deixa Williams e acerta com Toro Rosso

Engenheiro-chefe deixa Williams e acerta com Toro Rosso

Xevi Pujolar anunciou sua saída da escuderia britânica, que passa por mudanças internas

Gazeta Press

Além do esperado movimentado mercado entre pilotos, a Fórmula 1 está contando com diversas mudanças internas nas equipes. Neste sábado (30 de novembro), foi a vez de Xevi Pujolar, engenheiro-chefe da Williams, anunciar sua saída e o acerto com a Toro Rosso para a próxima temporada.

Na nova escuderia, Pujolar trabalhará como engenheiro de corrida de Jean-Éric Vergne, assim como fez com o brasileiro Bruno Senna em 2010. Tirando o ano de 2010, o engenheiro defendia a Williams desde 2003.

Veja também: Torcedor prova que Wellington Silva assistiu ao jogo do Flamengo

Pernas de C. Ronaldo são avaliadas em R$326 milhões

David Beckham diz que foi forçado a se masturbar em 'trote' do United

Embora a nova mudança possa ser apenas mais uma na principal categoria do automobilismo mundial. Alguns fatores podem indicar que as alterações estejam acontecendo por motivos definidos.

No caso de Pujolar, por exemplo, sua saída pode ter sido motivada pela possível chegada de Ross Brawn, que recentemente confirmou sua saída da Mercedes mesmo após ter terminado com o vice-campeonato.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!