Quem derramou esse óleo? Bahia faz convite à reflexão e suja manto sagrado para protestar

Tricolor usará camisa manchada de óleo contra desastre ambiental no Nordeste

429879
False
O Bahia tem empolgado dentro e fora de campo com atitudes inspiradoras que vão muito além do futebol. Elas acertam em cheio a sociedade brasileira polarizada e motiva a nossa reflexão para o que de fato é importante. 

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

 Há oito dias, o técnico Roger Machado tocou profundamente em uma ferida que nunca cicatriza no Brasil: o racismo. O depoimento dele foi motivado pelo encontro dos dois únicos técnicos negros entre 20 clubes da Série A. Roger, pelo Bahia, e Marcão, defendendo o Fluminense. 
“Não deveria chamar atenção e ter uma repercussão grande dois treinadores negros, que foram destaque como jogadores, estarem se enfrentando na área técnica. Para mim isso é a prova que existe um preconceito, à medida que a gente tem 50% da população negra e a proporcionalidade que se representa não é igual. A gente tem que se questionar: se não há preconceito no Brasil por que os negros tem um nível de escolaridade menor que os brancos, por que a população carcerária é 70% negra, por que quem mais morre são os jovens negros no Brasil…”, desabafou Roger.
Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club
Neste domingo (20/10), o Bahia, clube do treinador, tocou em outra ferida: o desastre ambiental no litoral nordestino. Para conscientizar a população e pedir a punição dos responsáveis, o clube divulgou a camisa que o Tricolor usará nesta segunda-feira. Ela é manchada de óleo para servir de protesto. Mais de 150 praias já foram atingidas pelo óleo que surgiram na Paraíba e se alastraram para 171 municípios dos nove estados nordestinos. O petróleo cru tem afetado também a vida de animais marinhos. 
 
Na Bahia, as manchas apareceram no início de outubro e o Governo baiano decretou estado de emergência. A origem das manchas ainda está sob investigação. 
Além da camisa, o Bahia lançou manifesto em defesa das praias do Nordeste e pediu punição aos responsáveis. 

Segue o manifesto do clube na íntegra:

"O problema é seu. O problema é nosso.

Quem derramou esse óleo? Quem será punido por tamanha irresponsabilidade? Será que esse assunto vai ficar esquecido?

O Bahia é você, somos nós, cada ser humano.

É a forma como representamos o amor, o apego, o chamego, o sagrado, a justiça. O Bahia é a união de um povo que vibra na mesma direção, que respira o mesmo ar e que depende da mesma natureza para existir, para sobreviver.

Jogaremos nesta segunda-feira (21), contra o Ceará, em Pituaçu, com a camisa do Esquadrão manchada de óleo.

Um convite à reflexão: o que faz um ser humano atacar e destruir espaços sagrados? O lucro a qualquer custo pode ser capaz de destruir a ética e as leis que regem e viabilizam a humanidade?

A barbárie deve ser tratada como tal, não como algo natural".

Leia também!

Flamengo pode pagar valor histórico por Gabigol

Federação Espanhola adia Barcelona x Real Madrid

PSG gastará milhões contra assédio do Real por Mbappé

(Crédito da imagem: Twitter/Bahia)

Deixe seu comentário