Cruzeiro x Flamengo é o jogo mais perigoso da 20ª rodada do Brasileirão

Duelo que inicia o segundo turno é marcado pela necessidade do time mineiro em vencer e respirar, enquanto cariocas tentam se manter na ponta

425644
False

Uma vitória de Rogério Ceni sobre Jorge Jesus dará novo ânimo ao campeonato. Se o comandnate da Raposa não inventar e os seus atletas acreditarem, o time miniero poderá bater o líder, no Mineirão, o que dará uma nova perspectiva no Brasileirão. 

Agora se a polêmica envolvendo o treinador da Raposa com alguns jogadores entrar em campo, o Cruzeiro vai enterrar a sua história em um provável caminho ao rebaixamento. 

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Mais do que nunca o Cruzeiro precisa de uma vitória na primeira rodada do segundo turno do Brasileiro, o único campeonato que restou ao clube mineiro. Os números também jogam contra. A Raposa não vence o time rubro-negro no Brasileirão há oito jogos, desde 2015: um empate e sete derrotas.

Na primeira rodada do Brasileiro, o Flamengo tornou-se o primeiro clube a vencer o Cruzeiro em 2019. Eram 21 jogos sem derrota na temporada. O jogo é considerado uma revanche.

Mas por outro lado, os números também podem servir de apoio ao time mineiro. A última vitória cruzeirense, por 1 x 0, aconteceu no Mineirão, local do jogo deste sábado, às 17h.

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

CR7, Messi ou Van Dijk? PVC, Bolívia, Benja e companhia elegem o melhor do mundo

E no retrospecto geral do Campeonato Brasileiro, desde a primeira edição, em 1971, o Cruzeiro supera o Flamengo em 57 jogos: 23 vitórias, 13 empates e 21 derrotas.

Para encarar o Flamengo, o técnico Rogerio Ceni terá três possíveis desfalques com jogadores machucados: Edílson, Marquinhos Gabriel e Dodô. No Flamengo o único problema de Jorge Jesus é o jogador Éverton Ribeiro, machucado.

Prováveis escalações:

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé, Cacá (Fabrício Bruno) e Rafael Santos (Egídio); Henrique, Éderson, Thiago Neves (Marquinhos Gabriel); Pedro Rocha, David (Ezequiel) e Fred. Técnico: Rogério Ceni.

Flamengo: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Piris da Mota; Gérson, William Arão e De Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Jorge Jesus.

Leia também!

Presidente do Grêmio volta a ‘cutucar’ o Flamengo antes da semi

Demissão de Zidane custará mais de R$ 300 mi ao Real Madrid

São Paulo pode receber ‘bolada’ se D. Souza atuar neste sábado

(Crédito da imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Deixe seu comentário