Europa League: vai começar a festa do futebol no Velho Continente com 48 clubes de 26 países; veja

Fase de grupos inicia nesta quinta-feira (19) e final será em maio de 2020; Exclusividade do FOX Sports!

424999
False

67 brasileiros serão destaques na fase de grupos da Uefa Europa League, uma das competições mais interessantes do futebol mundial. 48 clubes, de 26 países do Velho Continente, iniciam nesta quinta-feira (19 de setembro), com transmissão do FOX Sports, a disputa por uma vaga na Champions League. Cada chave - de A a L - terá quatro equipes se enfrentando em 24 jogos de ida e volta até 12 de dezembro deste ano.

Com Média de 1,3 brasileiro por times, alguns deles chamam atenção pela experiência: Lucas Leiva (Lazio), Fernando (Sporting), Robinho (Instambul), Alex Telles (Porto) e David Luiz (Arsenal). (Veja lista dos 67 abaixo).

Três clubes tradicionais do velho continente fazem parte da história da Europa League: o Tottenham, da Inglaterra, o primeiro campeão (1971/72); outro inglês, o Chelsea, atual campeão; e o Sevilla maior campeão da competição com cinco títulos. O time espanhol também é o único a vencer três edições seguidas, a última taça foi conquistada na temporada de 2015-16.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Apenas o Sevilha está na fase de grupos. Os dois times ingleses estão na Champions League. O Tottenham é o atual campeão e o Chelsea entrou no torneio por ter vencido a Europa League. Esse é o prêmio para quem conquista a competição.

Quatro clubes perseguem o Sevilla em números de títulos com três taças cada. Dois da Itália: Juventus (1977, 1990 e 1993) e a Inter de Milão (1991, 1994 e 1998). Um da Espanha: Atlético de Madrid (2010, 2012 e 2018). E outro da Inglaterra: Liverpool (1973, 1976 e 2001).

A Espanha é o país com mais títulos (11) e presenças em fases de grupos por clubes, incluindo a Taça Uefa: 48 participações. Inglaterra e Alemanha são os países com mais representantes diferentes: 20 clubes cada.

O país com mais times nessa edição, a de número 46, é Portugal: quatro equipes (Porto, Sporting, Braga e Vitória de Guimarães).

Seis estreantes aumentam para 213 o número de clubes que disputaram a fase de grupos nesta temporada: Espanyol (Espanha), Olexandriya (Ucrânia), Lask e Wolfsberg (Áustria) e Ferencváros (Hungria).

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

CR7, Messi ou Van Dijk? PVC, Bolívia, Benja e companhia elegem o melhor do mundo

O Rangers, da Escócia, é o único time desta temporada que passou da primeira pré-eliminatória da Europa League para a fase de grupos.

O maior goleador na história da fase de grupos (Europa League incluindo Taça da UEFA, antigo nome da competição) é o atacante Aritz Aduriz com 18 gols. O espanhol também é o jogador com mais gols em uma única partida. O experiente jogador de 38 anos anotou cinco na vitória do seu time, o Athletic Bilbao sobre o Genk por 5 a 3, no dia 3 de novembro de 2016.

Na temporada 2018-2019, o campeão da Uefa Europa League receberá 8,5 milhões de euros (R$ 38,4 milhões) pelo título, além de valores acumulados nas fases anteriores. Uma vitória na fase de grupos, por exemplo, vale 570 mil euros (R$ 2,5 milhões).

Em maio deste ano, o Chelsea se tornou campeão da Uefa Europa League, em Baku, no Azerbaijão, ao golear o Arsenal por 4 a 1. A conquista teve a participação direta do belga Hazard, que fez dois gols e deu uma assistência. Giroud e Pedro ainda marcaram para os Blues, enquanto Iwobi diminuiu. O troféu é o segundo da Liga Europa na galeria de títulos do clube do Stamford Bridge, que também foi campeão na temporada 2012-13. Quatro brasileiros estavam em campo na decisão: David Luiz, Emerson, Jorginho e Willian. Luiz estava presente nas duas conquistas da sua ex-equipe. Por coincidência, hoje ele defende o Arsenal, rival na decisão.

A competição que se inicia agora em setembro (dia 19) termina no dia 27 de maio de 2020 com a grande final no Estádio de Gdansk, na Polônia.

67 jogadores brasileiros na UEFA Europa League 2019/20:

Kenedy – Getafe

Sidcley- Dinamo de Kiev

João Klauss – Lask

Renan Ribeiro – Sporting

Eduardo Henrique – Sporting

Wendell – Sporting

Mattheus Oliveira – Sporting

Fernando – Sporting

Luiz Phellype – Sporting  

Paulo Vinícius – Cluj

Luiz Felipe – Lazio

Lucas Leiva – Lazio

Carlinhos – Lugano

Eric Ramires – Basel

Artur Cabral – Basel

Kaio Pantaleão – Krasnodar

Wanderson – Krasnodar

Vágner – Qarabag

Aílton Silva – Qarabag

Fernando – Sevilla

Diego Carlos – Sevilla

Raphinha – Rennes

Douglas – Vitória de Guimarães

Jhonatan Luiz - Vitória de Guimarães

Pedro Henrique - Vitória de Guimarães

Lucas Evangelista - Vitória de Guimarães

Léo Bonatini - Vitória de Guimarães

Davidson - Vitória de Guimarães

Bruno Duarte - Vitória de Guimarães

David Luiz – Arsenal

Gabriel Martinelli -  Arsenal

Lucas Souza - Apoel

Alef – Apoel

Rafael Ratão – Slovan Bratislava

Douglas – Besiktas

Fred – Manchester United

Andreas Pereira – Manchester United

Eric Botteghin – Feyenoord

Matheus Magalhães – Sporting Braga

Vitor Tormena – Sporting Braga

Wallace – Sporting Braga

Raúl Silva – Sporting Braga

Pablo Santos – Sporting Braga

Bruno Viana – Sporting Braga

Cajú – Sporting Braga

Claudemir – Sporting Braga

Fransérgio – Sporting Braga

Murilo Souza – Sporting Braga

Wenderson Galeno – Sporting Braga

Alex Telles –  Porto

Otávio -  Porto

Tiquinho Soares -  Porto

William - Wolfsburg

Paulo Otavio – Wolfsburg

João Victor -  Wolfsburg

Naldo – Espanyol

Isael Barbosa – Ferencváros

Renan – Ludogorets

Cicinho – Ludogorets

Rafael Forster – Ludogorets

Wanderson Farias – Ludogorets * naturalizado búlgaro

Lucas Santos – CSKA Moscou

Gabriel Silva- Saint-Étienne

Raffael – Borussia Mönchengladbach

Juan Jesus – Roma

Júnior Caiçara – Istanbul Basaksehir

Robinho - Istanbul Basaksehir

Relação de clubes e países na fase de grupos da Europa League:

ESPANHA: Espanyol, Getafe, Sevilla

INGLATERRA: Arsenal, Manchester United, Wolverhampton

ITÁLIA: Lazio, Roma

ALEMANHA: Borussia Mönchengladbach, Eintracht Frankfurt, Wolfsburg

FRANÇA: Rennes, St-Étienne

RÚSSIA: CSKA Moscou, Krasnodar

PORTUGAL: Porto, Sporting, Braga, Vitória 

UCRÂNIA: Dynamo de Kyev, Olexandriya

BÉLGICA: Gent, Standard Liège

TURQUIA: Besiktas, Istanbul Basaksehir, Trabzonspor

HOLANDA: AZ Alkmaar, Feyenoord, PSV Eindhoven

ÁUSTRIA: Wolfsberg, LASK

DINAMARCA: Copenhagem

SUÍCA: Basel, Lugano, Young Boys

CHIPRE: APOEL

SÉRVIA: Partizan

ESCÓCIA: Celtic, Rangers

SUÉCIA: Malmö

NORUEGA: Rosenborg

KAZAQUISTÃO: Astana

AZERBAIJÃO: Qarabag

BULGÁRIA: Ludogorets

ROMÊNIA: CFR Cluj

ESLOVÁQUIA: Slovan Bratislava

HUNGRIA: Ferencváros

LUXEMBURGO: Dudelange.

Leia também!

Flamengo já tem carta na manga em 'Operação Gabigol'

Fla e Grêmio conhecem possíveis adversários do Mundial

Ex-PSG manda recado a Neymar: "Espero que tenha aprendido"

(Crédito da imagem: divulgação/ Uefa Europa League) 

 

Deixe seu comentário