Flamengo x Santos: duelo de “Jorges” gringos é destaque da 19ª rodada do Brasileirão! Saiba tudo!

Última rodada do primeiro turno coloca frente à frente melhor mandante contra melhor visitante e duelo pessoal do português Jorge Jesus contra o argentino Jorge Sampaoli

424641
False

A rodada 19 do Campeonato Brasileiro não poderia ser mais perfeita. O jogo de abertura entre Flamengo e Santos, no Maracanã, sábado (14 de setembro), às 17h, parece que foi escolhida a dedo. O confronto define o campeão do primeiro turno. Na era dos pontos corridos, o time carioca nunca venceu o primeiro turno. O time santista, uma única vez, em 2004. Quem faturar o título não ganha nada, mas vai dar moral para o vencedor seguir forte na liderança.

O time de Jesus lidera com 39 pontos, soma 12 vitórias, três empates e três derrotas. O ataque é matador com 41 gols, 10 a mais do que o Santos, e 23 de saldo contra 12, quase o dobro. As duas equipes sofreram 18 gols cada. O time carioca tem o artilheiro do campeonato: Gabigol com 15 gols; Arrascaeta com oito e Bruno Henrique, sete. Eduardo Sacha, com 8 gols, e Carlos Sánchez, com seis, são os goleadores do alvinegro praiano. O Santos está a dois pontos do rubro-negro. Só a vitória dá a liderança e o título ao time de Sampaoli. Ao Flamengo, um empate resolve a fatura.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Outra curiosidade desse duelo é o encontro dos dois únicos técnicos estrangeiros da Série A e com o mesmo nome: Jorge. O português Jorge Jesus contra o argentino Jorge Sampaoli.

O argentino leva vantagem em números de lideranças nessa edição: 4 rodadas contra 3 de Jesus. O Santos é o melhor visitante do Brasileirão 2019, com 59% de aproveitamento dos pontos disputados. Foram cinco vitórias, um empate e três derrotas fora de casa. O Flamengo é o melhor mandante, com 100% de aproveitamento: oito vitórias, 25 gols marcados (média 3,13 - melhor ataque mandante).

Nesse confronto histórico do Brasileirão, desde 1971, foram 66 jogos com 24 vitórias do Flamengo, 22 empates e 20 vitórias do Santos. Cada equipe anotou 70 gols. Como mandante, o Flamengo também leva vantagem em 35 jogos: 19 vitórias, nove empates e sete derrotas. O time rubro-negro está invicto há cinco rodadas no Brasileiro e o Santos três. No retrospecto geral, Santos e Flamengo já se enfrentaram em 124 oportunidades e o time paulista leva a melhor no histórico do equilibrado confronto com 46 vitórias, 35 empates e 43 derrotas, com 194 gols marcados e 167 sofridos.

O duelo no Maracanã poderá ter o maior público deste ano no Brasileirão. Em 1983, esse duelo teve o maior recorde da história do torneio nacional: 155 mil pagantes. Em 18 rodadas nesta edição, o Flamengo tem a melhor média de público presente: 52.594. O Santos é o 18º com 11.692.

O único problema do Flamengo será a ausência de Diego, ainda se recuperando de uma cirurgia. No Santos, dois possíveis desfalques: Diego Pituca, terceiro cartão, Pará, que não pode enfrentar o Flamengo por contrato, e Evandro, edema na coxa e virou dúvida. Uma surpresa na lista de relacionados de Sampaoli: Derliz González, que estava com a seleção do Paraguai, voltou a treinar com o grupo e ficou de fora. Com isso o peruano Cueva, que estava praticamente fora dos planos do Santos, poderá ser opção contra o Flamengo.

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

CR7, Messi ou Van Dijk? PVC, Bolívia, Benja e companhia elegem o melhor do mundo

FLAMENGO: Provável escalação / esquema tático (4-3-3) - Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; William Arão, Gérson, Éverton Ribeiro e De Arrascaeta; Gabriel e Bruno Henrique. Técnico: Jorge Jesus

SANTOS: Provável escalação / esquema tático (4-1-4-1) – Everson; Lucas Veríssimo, Felipe Aguillar e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Alison, Carlos Sánchez (Cueva) e Jorge; Soteldo, Eduardo Sasha e Marinho (Derlis González). Técnico: Jorge Sampaoli.

O árbitro da partida será o Bráulio da Silva Machado. Em 180 jogos do Brasileirão, o catarinense, de 40 anos, apitou 6 partidas, aplicou 31 cartões amarelos, apenas 1 vermelho e anotou dois pênaltis. Ele não apitou nenhum jogo do Santos este ano no campeonato. Do Flamengo, apenas a vitória sobre o Grêmio por 3 a 1, pela 14ª rodada, no Maracanã. No jogo, deu seis cartões amarelos e anotou um pênalti a favor do Grêmio. Ele usou o VAR para ver o puxão escandaloso de Pablo Marí em David Braz dentro da área. E não deu um pênalti claro reclamado pelo Flamengo também com a ajuda do árbitro de vídeo.

ARBITRAGEM – Bráulio da Silva Machado (SC); Kléber Lúcio Gil (SC), Henrique Neu Ribeiro (SC) - ÁRBITRO DE VÍDEO – Rafael Traci (SC)

Saiba mais!

Mozer compara Flamengo atual com time de 1981

PSG pediu valor astronômico de última hora por Neymar

Ceni queria afastar T. Neves, mas diretoria impediu

(Crédito da imagem: Tiago Caldas/Nayra Halm/Fotoarena)

Deixe seu comentário