Palmeiras: Dudu é ídolo, craque ou apenas um bom jogador? O que você acha, leitor?

Atacante anotou dois gols no empate contra o Bahia, se igualou a Ademir da Guia no Brasileirão, mas ainda não é unanimidade na torcida alviverde

419815
False

A cada jogo do Palmeiras é comum receber, antes e depois, informações da assessoria do clube com números, quebras de recordes, retrospectos e estatísticas marcantes de alguns jogadores. Um dia após o tropeço contra o Bahia em casa, empate por 2 a 2, chegaram novos destaques, e claro, lá estava ele: Dudu.

E não era pouca coisa, não. Com os dois gols anotados sobre o Tricolor baiano, no domingo (11/8), o atacante alviverde chegou aos 36 gols no Campeonato Brasileiro e se igualou ao maior ídolo da história do Palmeiras na artilharia: o meia Ademir da Guia, o Divino, eterno camisa 10 da Academia de futebol.

Dudu está agora atrás apenas de Leivinha (2º do ranking com 40 bolas na rede) e de César Maluco (maior artilheiro do Verdão em Brasileiros com 61 gols). Dois ídolos do ataque palmeirense nas décadas de 1960 e 70.

E não foi só isso, não! Dudu superou Paulo Nunes na lista geral de goleadores de todos os tempos com 63 gols. Atacante que fez sucesso no Verdão na década de 1990 com o técnico Felipão e faturou a Libertadores de 1999.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Dudu é daqueles caras que todo mundo quer no time. Corre, vibra, marca, reclama, briga, faz gol, veste a camisa. Um motorzinho que nunca perde o gás. E mesmo assim não é uma unanimidade no clube. Ele é amado e muitas vezes odiado. Tem torcedor que corneta Dudu como se o jogador fosse um peladeiro. Eu já vi, já ouvi, e foram várias vezes. Tem coisas no mundo da bola que não dá pra entender.

No futebol das estatísticas, Dudu não tem pra ninguém no elenco do Palmeiras e até em outros clubes. Não vou abrir o leque e falar de Seleção Brasileira. Muitos comentaristas, torcedores, defendem o atacante no time de Tite. Mas como gosto não se discute vou ficar focado apenas no clube.

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Quando recebi números da assessoria do Verdão, uma pergunta me veio à cabeça: Dudu é ídolo, craque ou apenas um bom jogador?

Pensei muito e divido com vocês a minha opinião. Pra mim, ídolo é aquele cara que defende com unhas e dentes um time. O cara que resolve e chama o jogo pra ele. Briga pelo time, não gosta de perder e levar desaforo para o vestiário. Ele inflama a torcida. É bom lembrar que em um passado recente, Dudu era capitão da equipe, e todos esses adjetivos, toda essa garra, atrapalharam o inquieto jogador a comandar o time. Ele é muito emoção. Por outro lado, ídolo é aquele que vai ser lembrado eternamente e o nome dele já está na história.

Craque pra mim é aquele jogador que decide. E Dudu foi novamente decisivo nessa rodada 14 com dois gols. Uma pena que a péssima arbitragem e a novidade que mais atrapalha do que ajuda no futebol, o árbitro de vídeo, tenha ofuscado a grande partida do camisa 7.

Desde 2015 no Palmeiras, Dudu já abriu mão mais de uma vez de sair do clube. Tudo bem que foi muito bem renumerado pra isso, mas ficou. O atacante é o maior artilheiro do século XXI da equipe, nove gols a mais do que o segundo colocado Vágner Love, que anotou 54 gols, e foi revelado pelas categorias de base do clube. Love não faz questão nenhuma de agradecer o Palmeiras, ao contrário, tem ingratidão ao time verde, e já deixou isso claro em algumas entrevistas. Dudu exalta o clube e luta por ele.

Em 268 jogos, o baixinho conquistou 155 vitórias. Em casa, no Allianz Parque,  ele é craque e recordista absoluto em diversos quesitos: é o jogador que mais atuou (116 jogos), que mais venceu (83 vezes), que mais marcou gols (31 tentos) e que mais deu assistências aos gols (30 passes).

Craque é também aquele que participa de muitos jogos. Dudu é o jogador com mais participações em 2019, atuou em 40 das 43 partidas possíveis. Além de ser o recordista em minutos, de forma isolada, com 3449 ao todo, somando todas as competições e amistosos.

Craque também não é só aquele que faz gols. Ele é quem possui mais assistências no Brasileirão com cinco ao todo, assim como o meia De Arrascaeta, do Flamengo. Se tudo isso não faz de tudo um ídolo e craque do Palmeiras, é sinal de que o futebol está mesmo de ponta cabeça.

Saiba mais!

O fator que pode complicar vinda de Balotelli para o Flamengo

Barcelona dá últimato a Neymar, e advogado 'famoso' reaparece

Edmundo faz projeção otimista para o Flamengo e elogia jogador

Crédito da foto: Flickr Palmeiras

Deixe seu comentário