VAR erra e acerta na final da Copa do Brasil

Carlos Eugênio Simon, árbitro de três Copas do Mundo e comentarista de arbitragem dos canais FOX Sports, analisou a atuação de Wagner do Nascimento Magalhães com o VAR

381549
False

Quem acreditou quer o VAR acabaria com as polêmicas sobre as decisões da arbitragem no futebol se enganou redondamente. A maior prova deste engano aconteceu na noite de quarta-feira, 17 de outubro, no jogo empolgante em que o Cruzeiro conquistou o título de hexacampeão da Copa do Brasil depois derrotar o Corinthians por 2 a 1 na Arena em Itaquera.

Estreia do NBB e jogos da Bundesliga: a semana no FOX Sports

Na partida, a primeira intervenção do árbitro de vídeo, sob responsabilidade do árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio, foi desastrosa. Na minha opinião não aconteceu o pênalti de Thiago Neves sobre Ralf, assinalado pelo árbitro do campo de jogo, o carioca Wagner do Nascimento Magalhães, depois de consultar o VAR. 

El Clásico Barcelona x Real Madrid no dia 28; saiba como assistir ao vivo

Thiago Neves perdeu o controle da bola, tentou recuar a perna, e na hora do contato, o Ralf, que é um jogador experiente, caiu de maduro.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Já no segundo lance em que o VAR foi acionado o vídeo corrigiu um equívoco da arbitragem, qual seja a falta não marcada de Jadson sobre o zagueiro Dedé segundos antes do gol do corintiano Pedrinho. Com a marcação da falta e a consequente anulação do gol do Corinthians restabeleceu-se a justiça no campo de jogo.

Entre o erro e o acerto o que fica é certeza de que o VAR pode, e certamente, será, um valioso auxiliar do árbitro dentro do campo. Ele pode minimizar os erros, mas não os eliminará por completo. O fator humano não deixará se ser preponderante nas decisões da arbitragem. Como ninguém é perfeito, erros acontecerão. A polêmica vai continuar existindo.

Saiba mais:

Sassá 'soca' o troféu e provoca o Galo

PSG mira a contratação de Griezmann

Andrés ironiza o Cruzeiro e faz promessa

Deixe seu comentário