Dupla já considerada 'intocável' cai de produção no São Paulo

Os dois jogadores abriram brechas na briga por uma vaga no time titular

381373
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

*Por Gazeta Esportiva

Em meio a queda vertiginosa de produção do São Paulo na reta final do Campeonato Brasileiro, dois jogadores vêm acompanhando o momento de oscilação da equipe de forma mais acentuada. O meia Nenê e o zagueiro Anderson Martins, até então considerados intocáveis pelo técnico Diego Aguirre, caíram de produção nas últimas rodadas e abriram brechas na briga por uma vaga no time titular.

El Clásico Barcelona x Real Madrid no dia 28; saiba como assistir ao vivo

Principal garçom do time na temporada com seis assistências, o meia parece já não ter mais o status de intocável com o treinador. Foi substituído nos últimos três jogos, nos quais não conseguiu ser decisivo e manter o nível apresentado ao longo da temporada.

Finalíssima da Copa do Brasil, estreia do NBB e mais: a semana no FOX Sports

Um indício de sua queda de rendimento foi o clássico contra o Palmeiras, no último dia 6, no Morumbi, onde saiu no intervalo para dar lugar ao centroavante Gonzalo Carneiro, após uma atuação apagada no primeiro tempo. Na ocasião, o rival já vencia pelo placar de 2 a 0.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Após a saída de Dorival Júnior, no início de março, Nenê se tornou o principal homem de criação do São Paulo de Aguirre. Sem tantas responsabilidades de marcação, o jogador de 37 anos cresceu de produção com a chegada do uruguaio, a ponto de dividir a artilharia do time com Diego Souza – hoje, o meia tem 12 gols, dois a menos que o centroavante.

Raí nega elenco do SP rachado e banca permanência de Diego Aguirre

No entanto, a fraca campanha da equipe no segundo turno é um sintoma da queda de rendimento do meia, que passou a receber críticas e da torcida nas redes sociais. Assim como Anderson Martins.

Com 21 jogos, o camisa 4 é o zagueiro do São Paulo que mais vezes atuou no Brasileiro até então. Benquisto por Aguirre, o atleta foi considerado o pilar do sistema defensivo tricolor na primeira metade da competição. As últimas três rodadas, porém, mostram um Anderson Martins de atuações abaixo das anteriores.

No empate por 2 a 2 com o Botafogo, ele perdeu dividida pelo alto com Kieza, que na sequência do lance marcou o segundo gol da agremiação carioca. No Choque-Rei, o defensor de 31 anos falhou no primeiro gol do Palmeiras, anotado por Gustavo Gómez, que subiu livre na área para cabecear após cobrança de escanteio.

Na derrota por 3 a 1 para o Internacional, ele teve participação nos três gols colorados. Nos dois primeiros, oriundos de jogadas aéreas, Leandro Damião se aproveitou da falha de posicionamento do zagueiro, que foi expulso no fim do jogo por cometer pênalti no atacante – convertido por Nico López. Assim, está fora do duelo contra o Atlético-PR, no próximo sábado, no Morumbi. Rodrigo Caio e Arboleda são as opções para substituí-lo.

Saiba mais:

Santos quer Diego, do Flamengo, para 2019

Palmeiras revela plano por renovações

Jornal: Neymar pode voltar para o Barcelona

Crédito Foto: Reuters