Raí nega elenco rachado e banca Aguirre como técnico do São Paulo

A derrota por 3 a 1 para o Internacional, no último domingo, em Porto Alegre, deixou o São Paulo em situação ainda mais complicada na briga pelo título do Brasileirão

381254
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

*Por Gazeta Press

O diretor-executivo de futebol do São Paulo, Raí, se pronunciou nesta terça-feira sobre o mau momento do clube na temporada. Em rápida entrevista no CT da Barra Funda, o dirigente mostrou confiança no trabalho do técnico Diego Aguirre e negou que o motivo da queda do time no Campeonato Brasileiro tenha sido motivado por um racha no elenco.

“O resultado fala sobre o trabalho do Aguirre, não o resultado imediato de algumas semanas, mas sim desde que ele chegou aqui. A gente acredita muito no trabalho dele. Sem dúvida nenhuma foi o treinador que soube mexer com esse grupo várias vezes, não foi só quando chegou que o time cresceu. E no momento ruim da temporada ele e sua comissão vão saber como mexer com o grupo”, declarou.

Finalíssima da Copa do Brasil, estreia do NBB e mais: a semana no FOX Sports

“Esse é um dos melhores grupos que eu já trabalhei em termos de ambiente. Vocês acompanham o dia a dia e todo mundo festejou isso o tempo todo, quando estávamos bem, recuperamos a liderança, mantivemos a liderança, porque o grupo é bom. E continua bom. Isso (racha no elenco) não está nem em pauta, porque confiamos muito nesse grupo”, ressaltou.

A derrota por 3 a 1 para o Internacional, no último domingo, em Porto Alegre, deixou o São Paulo em situação ainda mais complicada na briga pelo título do Brasileirão. O time, que não vence há cinco jogos, caiu do primeiro para o quarto lugar, com 52 pontos, sete a menos que o líder Palmeiras. Segundo Raí, a possibilidade de conquista da competição não está em pauta neste momento.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Quando a gente passa por um momento como este, com resultados insatisfatórios, temos que pensar em melhorar o nosso time. Melhorando nosso rendimento, o resultado vai voltar e depois a gente vai pensar nos objetivos. Agora, não é momento de pensar em quais objetivos a gente vai chegar. O objetivo agora é melhorar a equipe, melhorar o rendimento, e a gente está trabalhando para isso”, projetou.

Por fim, questionado sobre as razões para a queda de rendimento do São Paulo, Raí tergiversou, mas chamou a responsabilidade para si e disse que o primeiro passo para o time reagir é recuperar a confiança dos atletas.

Saiba mais:

Real Madrid tem trunfo para tirar Hazard do Chelsea

Jornal espanhol dá dicas do Palmeiras ao Real Madrid

Bueno saca dois gigantes da briga pelo título brasileiro

“O momento é desafiador. Quando as coisas não estão dando certo, você tem que pensar em todos os detalhes. Cada um tem que melhorar um pouco mais no que pode fazer, os jogadores, comissão técnica, diretoria. Eu sou o maior responsável da situação de hoje em dia e continuo confiante. A confiança você vai melhorando com o trabalho. Com o resultado, as coisas voltam ao normal”, concluiu.

Crédito: Maurício Rummens/ Fotoarena