Flamengo repete feitos de 1980 e 2009 e empolga torcida na briga pelo título brasileiro

Assim como em sua primeira conquista nacional, e na mais recente, o Rubro-Negro conseguiu vencer duas partidas consecutivas pelo placar de 3 a 0; As vítimas da vez foram Corinthians e Fluminense

381232
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

Forte candidato na briga pelo título do Brasileirão 2018, o Flamengo deu mais um motivo para o seu torcedor acreditar na conquista. Ao derrotar o Fluminense no Maracanã, neste sábado (13 de outubro), o Rubro-Negro alcançou um feito que só havia conseguido em 1980 e 2009, temporadas que terminou se sagrando campeão brasileiro: vencer duas partidas consecutivas por 3 a 0.

Finalíssima da Copa do Brasil, estreia do NBB e mais: a semana no FOX Sports

Em 1980, ano em que foi campeão nacional pela primeira vez, o time da Gávea venceu Bangu e Desportiva Ferroviária com este placar. Contra o Alvirrubro carioca, Tita brilhou e marcou os três gols da vitória. Na partida seguinte, foi Zico quem desequilibrou, anotando todos os tentos da partida.

A marca só voltaria a ser alcançada em 2009, quando o time da Gávea obteve sua mais recente conquista na competição. Comandados por Adriano ‘Imperador’ e Petkovic, os Rubro-Negros triunfaram sobre Sport e Coritiba. Assim como em 80, as duas partidas foram realizadas no Maracanã, diante do torcedor flamenguista.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Agora, nove anos depois, o time comandado por Dorival Júnior repetiu o feito com uma única diferença: Além da vitória no Fla-Flu, em casa, a outra partida foi vencida fora de casa. Os cariocas vinham de uma vitória por 3 a 0 sobre o Corinthians, na Arena Corinthians, e com os dois triunfos se consolidou entre as equipes que ainda brigam para erguer a taça da competição. Além disso, o time carioca já tem sua vaga na Conmebol Libertadores de 2019 praticamente assegurada.

Saiba mais:

Real Madrid tem trunfo para tirar Hazard do Chelsea

Jornal espanhol dá dicas do Palmeiras ao Real Madrid

Bueno saca dois gigantes da briga pelo título brasileiro

Crédito: Gilvan de Souza/Flamengo