Corinthians pode encostar no Palmeiras em ranking de maiores campeões nacionais

Palmeiras lidera o ranking com 13 conquistas, enquanto o Alvinegro vem atrás com 11. Porém, caso conquiste a Copa do Brasil, ficará na cola do Verdão

381224
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

O título da Copa do Brasil vale mais do que premiação em dinheiro e vaga na Libertadores do ano que vem para o Corinthians. Caso vença o torneio mata-mata, o Timão encostará no maior rival, o Palmeiras, no ranking de maiores detentores de conquistas nacionais.

Enquanto a equipe alviverde possui 13 títulos em âmbito nacional (nove Campeonatos Brasileiros, três Copas do Brasil e uma Copa dos Campeões), o time do Parque São Jorge detêm, antes da decisão desta quarta-feira diante do Cruzeiro, 11: sete Brasileiros, três Copas do Brasil e uma Supercopa do Brasil.

Finalíssima da Copa do Brasil, estreia do NBB e mais: a semana no FOX Sports

Vale ressaltar que o Palmeiras conquistou duas edições da Taça Brasil (1960 e 1967) e duas da Taça Roberto Gomes Pedrosa (1967 e 1969), torneios nacionais que foram “substituídos”, em 1971, pelo modelo de organização atual do Campeonato Brasileiro.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Caso o Cruzeiro saia-se vencedor da grande final em Itaquera, nesta quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), o clube mineiro se isolará na terceira colocação do ranking nacional de títulos. Atualmente, os celestes encontram-se empatados com Santos e Flamengo: nove conquistas.

A equipe da Baixada Santista tem oito Campeonatos Brasileiros e uma Copa do Brasil na conta. Já o Flamengo possui cinco títulos do Campeonato Brasileiro, três da Copa do Brasil e uma Copa dos Campeões. Por fim, o Cruzeiro já conquistou quatro Campeonatos Brasileiros e cinco edições do torneio mata-mata nacional, podendo alcançar o sexto título nesta quarta.

Saiba mais:

Real Madrid tem trunfo para tirar Hazard do Chelsea

Jornal espanhol dá dicas do Palmeiras ao Real Madrid

Bueno saca dois gigantes da briga pelo título brasileiro

Crédito: Marco Galvão/ Fotoarena