Deschamps diz o que pensa de Henry treinar o Monaco e faz alerta

Técnico campeão do mundo com a França rasga elogios ao ex-atacante e crê em sucesso. No entanto, para ele, o ídolo do Arsenal terá que se adaptar

381017
False

Por Gazeta Esportiva

A partir desta semana, Thierry Henry dará seus primeiros passos como treinador de futebol. Depois da demissão de Leonardo Jardim, o francês foi anunciado como novo comandante do Monaco, clube em que inclusive começou sua carreira como jogador em 1995.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

E neste domingo (14), Henry, que vinha atuando como auxiliar técnico de Roberto Martinez na seleção da Bélgica, ganhou o apoio de ninguém menos que do seu amigo e técnico da seleção campeã mundial, Didier Deschamps, que também começou sua carreira de treinador no clube monegasco.

“Liguei para ele, nós conversamos, gostamos muito um do outro. Não tenho conselhos para lhe dar. Thierry está pronto. Fez de tudo para chegar a esse momento. Ele conhece o Monaco e embarca num projeto muito excitante”, exaltou em entrevista à Téléfoot.

Nascar, Central FOX, Rodada FOX e A Última Palavra; o domingo do FOX Sports

Para Deschamps, o maior desafio de Henry será deixar de ser auxiliar e se adaptar a ser o “número um”. “Ele terá responsabilidade. Será ele quem vai liderar o barco. Quando se passe de um papel de ajudante para o número um, o papel com os jogadores não é o mesmo. Mas ele está pronto, muito entusiasmado. Tem tudo para ser um bom treinador”, acrescentou.

Por fim, o campeão da Copa do Mundo fez questão de elogiar Leonardo Jardim e de desejar boa sorte a Henry. “Não podemos esquecer o bom trabalho realizado por Jardim. E espero que Titi (Henry) assuma e que o Monaco tenha bons resultados”, concluiu.

Saiba mais:

Dorival diz o que mudou do Flamengo de Barbieri

'Só pedrada': veja tudo o que rolou no Bellator 208

Aqui com Benja: Conca revela mágoa com o Flamengo

Crédito da foto: Divulgação Monaco

Deixe seu comentário