Conca revela motivo da briga entre Sheik e Fred e defende atacante em polêmica da música do Fla

Convidado especial do Aqui com Benja, argentino disse que uma reunião foi o motivo de um atrito e considerou a punição pesada a Emerson como pesada após ocorrido no ônibus em 2011

380967
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

Autor do gol do título do Brasileirão do Fluminense em 2010, Emerson Sheik fez parte do time que encerrou o longo jejum do clube sem vencer a competição. No entanto, a temporada seguinte não foi das melhores para o experiente atacante. Por cantar uma música do Flamengo, ele acabou sendo dispensado pela diretoria às vésperas de um jogo de Libertadores. Convidado especial do Aqui com Benja, Conca falou sobre o episódio.

Nascar, Central FOX, Rodada FOX e A Última Palavra; o domingo do FOX Sports

Muito sincero, o argentino não escondeu o que rolou no ônibus e, apesar de considerar um erro do companheiro, não aprovou a punição severa dos cartolas a Sheik. Para ele, dava para ter sido contornado de outra forma:

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"Teve a música, Sheik reconheceu que cantou. Eu estava lá atrás, sempre tem música, é normal. Naquele momento, a música era do Flamengo. Tinha muita gente no ônibus, o time não tava bem na Libertadores, depois, lamentavelmente, a diretoria decidiu afastar o Sheik. Eu, de coração, não (achei certo). A música existe, mas ele não foi na maldade, ele cantou como canta todas outras músicas. Senão daqui a pouco não pode usar um casaco da cor de outro time. Fala com ele, tenta não cantar, é errado", afirmou Conca, minimizando também a briga entre Sheik e Fred:

"Acho que foi uma coisa que falaram que o Fred tinha participado ou não de uma reunião, coisas assim. Uma vez que dá o problema, todo mundo começa a culpar esse, o outro. É muito difícil", finalizou.

Conca se tornou um dos principais jogadores da história do Fluminense. Melhor jogador da equipe na conquista do Brasileirão de 2010, ele se destacou com boas atuações e também pelo fato de ter participado dos 38 jogos. 

Saiba mais:

Dorival diz o que mudou do Flamengo de Barbieri

'Só pedrada': veja tudo o que rolou no Bellator 208

Aqui com Benja: Conca revela mágoa com o Flamengo

Crédito da foto: Nelson Perez/Fluminense