Gabigol faz homenagem a Robinho e despista sobre futuro no Santos

Atacante fez o gol da vitória do Peixe sobre o Corinthians, no clássico deste sábado, válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro

380943
False

Gazeta Esportiva

Autor do gol da vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Corinthians, o atacante Gabriel Barbosa homenageou Robinho em sua comemoração no Estádio do Pacaembu. Após balançar as redes do goleiro Walter, o camisa 10 correu em direção às arquibancadas amarelas, pedalou e caiu no chão simulando uma falta.

Guerra Fria' no cage: Fedor e Sonnen se encaram no Bellator 208

A encenação foi uma alusão ao lance em que Robinho deu oito pedaladas para cima do ex-volante Rogério e sofreu pênalti, convertido por ele mesmo na vitória por 3 a 2 sobre o Corinthians, pela final do Campeonato Brasileiro de 2002. Robinho atualmente joga no Sivasspor, da Turquia.

O gol de Gabriel saiu aos 20 minutos do primeiro tempo, após grande jogada individual de Arthur Gomes, que foi até a linha de fundo e cruzou. A bola desviou antes de parar nos pés de Gabigol, que empurrou para as redes.

Bellator, Nascar e SportsCar Championship: o super feriadão do FOX Sports

“Foi um gol bonito, no coletivo. Não foi só eu nem o Arthur, foi o time todo. Foi em homenagem ao parceiro Robinho. A gente se fala bastante, saudade dele”, afirmou ao Premiere, no intervalo do jogo.

Após a partida, Gabriel desconversou ao ser questionado sobre o seu futuro. Artilheiro do Campeonato Brasileiro com 14 gols, ele está emprestado pela Inter de Milão até o final do Brasileirão de 2018.

“Faltam nove jogos, tem muita coisa para acontecer ainda. É muito complicado. Todos sabem da força que fiz para voltar, mas não depende só de mim. Tenho contrato com um clube lá de fora ainda. Tem que ter calma, depois a gente resolve isso”, declarou.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Com a vitória, o Santos segue firme na briga por uma vaga na Conmebol Libertadores de 2019. Agora, o time soma 42 pontos, três a menos que o Atlético-MG, primeiro time dentro do G6.

Uma classificação à próxima edição do torneio continental, contudo, pode facilitar na permanência de Gabriel. “Confesso que isso (artilharia) não é algo que tire meu sono. Quero deixar o Santos na Libertadores se eu sair. E se eu ficar, jogar ela”, concluiu.

Saiba mais:

“Vai 20 vezes ao banheiro antes do jogo”, diz Maradona sobre Messi

Oficial: Henry será rival de Neymar no futebol francês

Real Madrid tentou tirar estrela do Barça na última janela de transferências  

Crédito da foto: Ivan Storti/Santos

Deixe seu comentário