Dinamite revela maior arrependimento que tem no Vasco e desabafa: "Deveria ter saído"

Convidado especial do Reta Final, ex-presidente do Gigante da Colina falou sobre o período como dirigente e acredita que não deveria ter partido para o segundo mandato

380903
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

Um dos maiores jogadores da história do Vasco, Roberto Dinamite é apontado por muitos torcedores como o maior ídolo do clube. No entanto, a passagem como presidente nos últimos anos dividiu um pouco o sentimento do torcedor. Presente em dois dos três rebaixamentos da equipe no Brasileirão, ele falou sobre o período em que esteve à frente do Gigante da Colina.

Guerra Fria' no cage: Fedor e Sonnen se encaram no Bellator 208

Convidado especial do Reta Final, Dinamite deixou claro que foi muito complicado o período como cartola. Admitiu ter ficado um pouco arrepedimento de ter seguido para um segundo mandato dentro de São Januário:

Bellator, Nascar e SportsCar Championship: o super feriadão do FOX Sports

"Acho que errei quando não saí no primeiro mandato. Deveria ter saído. Entra o processo de tentar unir (as pessoas), mas dificilmente vai acontecer", afirmou Dinamite, negando uma aproximação aos cartolas atuais:

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"Se eu não posso ajudar, não quero atrapalhar. Se puder ajudar, vou tentar fazer. Não tenho acordo com ninguém, não reuni com ninguém, que estaria me reunindo com o ex-presidente Eurico. Isso não existiu. O que puder ajudar, vou tentar ajudar. Me arrependo do segundo mandato, aconteceu esse processo. Quem estava junto, saiu. Quem achava que deveria juntar todo mundo, em razão de não acontecer, as pessoas dificultaram", finalizou.

Saiba mais:

“Vai 20 vezes ao banheiro antes do jogo”, diz Maradona sobre Messi

Oficial: Henry será rival de Neymar no futebol francês

Real Madrid tentou tirar estrela do Barça na última janela de transferências  

Crédito da foto: Marcelo Sadio/Vasco