'Seria o ideal': Jair Ventura revela jogador que gostaria de ter escalado no Mineirão

De olho na partida de volta contra a Raposa, na decisão da Copa do Brasil, treinador admitiu que pode escalar equipe com reservas no clássico contra o Santos

380542
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

Mesmo depois de levar um gol do Cruzeiro no primeiro tempo, Jair Ventura resolveu não mexer no Corinthians no intervalo do jogo de ida da final da Copa do Brasil. Bastou alguns minutos monótonos, porém, para o treinador alvinegro colocar Pedrinho na vaga de Clayson. Pouco depois, Araos entrou no lugar de Mateus Vital. E, por fim, Emerson Sheik foi a aposta substituindo Jadson.

Na coletiva de imprensa ainda dentro do Mineirão após o revés por 1 a 0, Jair Ventura reconheceu que gostaria de pôr um centroavante em campo para buscar um empate, mas explicou o motivo por ter mantido Jonathas no banco de reservas.

Dê sua nota para os jogadores de Cruzeiro e Corinthians na Copa do Brasil

“Porque o Jonathas vem de lesão, está sem ritmo, e botar um jogador sem ritmo num jogo desse… Lógico que seria o ideal, se estivesse numa condição melhor, seria uma opção para a gente. Em um momento decisivo é difícil contar com essa minutagem (tempo em campo) muito baixa”, afirmou Jair, que não tem Roger e Matheus Matias à disposição no torneio de mata-mata.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Sendo assim, o clássico contra o Santos, sábado, às 19h, no Pacaembu, deve ser usado também para dar o dito ritmo de jogo tanto a Jonathas quanto a outros atletas que pouco têm atuado, afinal, Jair Ventura já sinalizou que poupará seus principais titulares no Campeonato Brasileiro.

“Vamos estudar, não podemos pôr em risco. Sabemos da situação delicada no Brasileiro, mas estamos a um jogo de um título. A gente não pode correr risco de jogador lesionado para nossa grande decisão de Copa do Brasil”.

(Crédito da imagem: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)