Santos, Fla e SP dominam "maiores vendas da história" no Brasil; veja lista

Paquetá deve ser oficializado em breve como novo jogador do Milan e entrará para o top 10

380441
False

Na noite desta terça-feira (9 de outubro), o Flamengo acertou a venda do meia Lucas Paquetá para o Milan por 35 milhões de euros (cerca de R$ 151 milhões) e mais bonificações, segundo informações do canal Rafla Mengo e do site Globoesporte. Com o valor, o jovem de 21 anos se torna um dos nomes mais valiosos a deixar o futebol brasileiro.

Léo Duarte revela os culpados pela demissão de Barbieri no Flamengo

Caso essa cifra se confirme, Paquetá será o sexto jogador mais caro a deixar o Brasil. Ele também será o segundo da mais valioso da história do Flamengo, ficando atrás apenas de Vinicius Júnior, que foi para o Real Madrid por 45 milhões de euros (cerca de R$ 165 milhões na cotação da época).

Cruzeiro x Corinthians e muito mais ao vivo nos canais FOX Sports

Confira abaixo o top 10 das maiores vendas da história do futebol brasileiro:

1 – Neymar (do Santos para o Barcelona por 86 milhões de euros)*

2 – Vinicius Júnior (do Flamengo para o Real Madrid por 45 milhões de euros)

2 – Rodrygo (do Santos para o Real Madrid por 45 milhões de euros)

4 – Lucas Moura (do São Paulo para o PSG por 43 milhões de euros)

5 – Arthur (do Grêmio para o Barcelona por 40 milhões de euros)

6 – Lucas Paquetá (do Flamengo para o Milan por 35 milhões de euros)

7 – Gabriel Jesus (do Palmeiras para o Manchester City por 32,75 milhões de euros)

8 – Oscar (do Internacional para o Chelsea por 31,9 milhões de euros)

9 – Denílson (do São Paulo para o Betis por 31,5 milhões de euros)

10 – Gabriel Barbosa (do Santos para a Inter de Milão por 29,5 milhões de euros)

*O Santos ficou com 17 milhões de euros do negócio. O valor restante corresponde a comissões e luvas

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Saiba mais:

Flamengo acerta venda de Lucas Paquetá

Palmeiras tem ótima notícia para reta final

Ex-SP confirma rumor sobre ida para o Porto

Crédito da foto: Lucas Figueiredo/CBF

Deixe seu comentário