Buffon revela que não pensa em aposentadoria: “Poderia seguir jogando mais dez anos”

Goleiro tem 40 anos e chegou na atual temporada para defender as cores do Paris Saint-Germain

380203
False

Após 17 anos defendendo as cores da Juventus e com o contrato encerrado com os bianconeri, o goleiro italiano Gianluigi Buffon decidiu mudar de ares e acertou sua ida para o Paris Saint-Germain. Apesar da longa carreira, o goleiro, no entanto, afirmou que ainda não vê próxima a hora de pendurar as chuteiras.

Cruzeiro x Corinthians e muito mais ao vivo nos canais FOX Sports

Em entrevista ao jornal francês L’Équipe, ‘Gigi’ disse que ainda se sente bem para continuar com a carreira. “Quando vou me aposentar? Eu poderia seguir jogando mais dez anos, porque não?”, afirmou o goleiro tetracampeão do mundo com a Itália em 2006.

Buffon ainda comentou que acredita que a aposentadoria não é uma coisa que deva planejar com muita antecedência. “Nos últimos anos eu entendi que botar um limite é um erro. Aos 30 anos pensava em me aposentar aos 35, mas agora, sigo aqui com 40 anos”, completou o camisa 1 do PSG.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O ‘lendário’ goleiro italiano começou a jogar profissionalmente em 1995, defendendo as cores do Parma, clube que o revelou. Em 2001, se transferiu para a Juventus, naquela que foi a maior transferência de um goleiro na época. Pela Velha Senhora, Buffon disputou mais de 600 partidas antes de seguir para o futebol francês. Pela Azzurra, Buffon jogou 176 partidas, tendo disputado cinco Copas do Mundo.

Saiba mais:

Corinthians se movimenta no mercado

Real quer nova estrela para o ataque

Zidane entra na mira de mais um time

Crédito da foto: Reuters

Deixe seu comentário