Alexandre Mattos volta a reclamar da arbitragem e questiona suposta perseguição a Felipe Melo

Diretor executivo do Palmeiras atacou o árbitro Wilton Pereira Sampaio no lance em que Sidão deveria ter sido expulso ainda no primeiro tempo

380005
False

O Palmeiras venceu o São Paulo por 2 a 0, neste sábado, no estádio do Morumbi. A vitória colocou fim a um tabu de 16 anos sem triunfos do Verdão no estádio rival. Porém, o time alviverde voltou a questionar a arbitragem mesmo após a vitória. Alexandre Mattos, diretor executivo do Palmeiras, foi à zona mista do Morumbi e atacou o trabalho do trio, comandado por Wilton Pereira Sampaio. 

Saiba mais:

Flamengo conversa para ter Rodriguinho

Agente revela se Pogba deixará o United

Palmeiras pode ter até 10 desfalques

"De novo, pelo segundo jogo seguido, um lance bizarro não marcado a favor da gente. Dificultou bastante. Na rodada passada nós éramos líder no saldo de gols. com 10 minutos, se o goleiro é expulso, seria outra partida. Palmeiras está preocupado e agindo internamente. A gente não quer ser ajudado, entendemos os erros difíceis, mas o comportamento deles com o Felipe Melo é complicado. Parece que o cara está marcado. Isso não está na regra. Poderia citar aqui os lances do Jucilei, do Anderson Martins, mas não teve cartão. Vamos de novo à CBF fazer reclamação", disse o dirigente do Palmeiras.

Real Madrid perde mais uma na La Liga! Veja os melhores momentos

Bayern é goleado em casa e despenca na Bundesliga! Assista aos melhores momentos

O 'lance bizarro' questionado pelo Palmeiras aconteceu nos primeiros minutos do clássico. Sidão se enrolou inteiro para sair jogando, Deyverson ganhou a bola e finalizou a gol. O problema é que o goleiro espalmou a bola fora da área. O árbitro sequer assinalou infração e mandou o lance seguir, enquanto Sidão deveria ter sido punido com o cartão vermelho.

Deixe seu comentário