Corinthians consegue acordo e poderá contar com Sergio Díaz nas finais da Copa do Brasil

Após se recuperar fisicamente, o atacante paraguaio foi liberado pela sua seleção e estará à disposição do técnico Jair Ventura

379946
False

*Por Gazeta Press

O Corinthians estendeu a liberação de Romero para os dois jogos da final da Copa do Brasil ao também paraguaio Sérgio Díaz. Devido a uma negociação da diretoria com a Associação Paraguaia de Futebol, o jovem atleta de 20 anos, assim como o camisa 11 alvinegro, também poderá defender a equipe nas partidas contra o Cruzeiro, marcadas para os dias 10, no Mineirão, e 17, na Arena, as duas próximas quarta-feiras.

Bayern, Boca e muito mais ao vivo nos canais FOX Sports

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O jogador vai ficar à disposição do técnico Jair Ventura no primeiro jogo pela decisão, em Belo Horizonte, na semana que vem, e já embarca para o período de treinos em Assunção. Depois, a expectativa é que ele chegue de volta ao CT Joaquim Grava no dia 15, uma segunda-feira, trabalhando com o elenco na véspera do duelo definitivo.

Díaz só ficará fora do jogo contra o Santos, clássico marcado para o sábado, dia 13, possivelmente o jogo em que ele tinha mais chances de atuar. O avante, que foi oficializado no final de julho como reforço alvinegro, há dois meses, possui apenas um jogo pelo Timão, contra o América-MG, no final do mês passado.

Saiba mais:

Flamengo conversa para ter Rodriguinho

Agente revela se Pogba deixará o United

Palmeiras pode ter até 10 desfalques

Esse tempo de adaptação maior já era esperado pelo Timão por causa dos quase nove meses de inatividade do atleta antes da negociação. Díaz passou por uma cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo em novembro de 2017, quando atuava pelo Lugo, da Espanha.

Sem desempenhar as atividades comuns para um atleta de futebol, Díaz, assim como todos os jogadores que passam tanto tempo sem jogar, apresentou uma força abaixo da média principalmente nos músculos dos membros inferiores quando chegou. O objetivo da comissão foi fazer com que os índices voltassem a números equilibrados para diminuir o risco de lesões musculares quando ele passasse a ser utilizado.

Crédito da foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians 

Deixe seu comentário