Palmeiras? Boca respeita, mas deixa recado: "Aqui estamos nós"

Logo após classificação para a semi da Libertadores, técnico xeneize, Guillermo Schelotto já avaliou duelo contra o 'duríssimo' Palmeiras

379805
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

Por Gazeta Esportiva

Guillermo Schelotto comemorou efusivamente a classificação do Boca Juniors para a semifinal da Conmebol Libertadores após o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, nesta quinta-feira (4), no Mineirão. Passada a partida, o treinador xeneize já mostrou estar com a cabeça no Palmeiras, próximo adversário de sua equipe no torneio continental.

Bayern, Borussia, Boca e muito mais ao vivo nos canais FOX Sports

“Isso é uma alegria muito grande. Nos resta dois passos para a final, contra um rival duríssimo, que conhecemos, mas aí está o Boca”, disse Schelotto.

De fato, Boca Juniors e Palmeiras se conhecem muito bem. As equipes já se enfrentaram nesta edição da Libertadores, já que caíram no mesmo grupo, e o Verdão levou a melhor, vencendo por 2 a 0 na Bombonera e empatando em 1 a 1 no Allianz Parque.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Ainda em relação à partida contra o Cruzeiro, Guillermo Schelotto também procurou valorizar os torcedores do Boca Juniors que estiveram presentes no Mineirão. Cerca de duas mil pessoas preencheram o setor de visitantes do estádio de Belo Horizonte e, segundo o treinador xeneize, foram vitais para que o time alcançasse seu objetivo.

“Eles vieram e apoiaram o tempo todo. O time deixou a vida em campo pela camisa do Boca e passamos de fase merecidamente. Foi um jogo parelho, em que marcamos bem. Não deixamos eles entrarem nunca”, concluiu Schelotto.

Saiba mais:

Meia do Palmeiras é vítima de sequestro relâmpago

"Essa arbitragem foi uma quadrilha, um vagabundo"

Estrela do Boca provoca Egídio após eliminação

Crédito da foto: Flickr Palmeiras