Cruzeiro e Palmeiras estão no topo da Libertadores em “qualidade de disparos”; veja tops

Entre os brasileiros que disputaram a fase de grupos, a dupla é a que tem as melhores estatísticas quanto às finalizações

359923
False

Nesta quinta-feira (24 de maio) teve fim a fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018 com a definição das 16 equipes que avançam às oitavas-de-final. Agora, o próximo passo é o sorteio da fase de mata-mata, no próximo dia 4 de junho, com transmissão ao vivo do FOX Sports. Entre os classificados, seis brasileiros: Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro, Flamengo, Corinthians e Santos.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

E com o fim da fase de grupos, alguns números interessantes em relação às equipes brasileiras que estão/estiveram na disputa. Segundo o FOX Sports Analytics, ferramenta de estatísticas do FOXSports.com.br de clubes e jogadores da Libertadores, entre os brasileiros Cruzeiro e Palmeiras lideram o quesito de "qualidade de disparos".

Nascar, MLB, Boxe e mais: confira a programação do FOX Sports 

Classificado como primeiro do Grupo 5 da competição, a Raposa finalizou 59 vezes e anotou 15 gols até o momento. A porcentagem da sua efetividade foi de 25,4%. Logo atrás vem o Alviverde, que teve 78 finalizações até aqui, com 14 bolas na rede. A porcentagem é de 17,9%.

Completam a lista Grêmio, Corinthians, Vasco, Santos e Flamengo, respectivamente. A Chapecoense não está na relação, uma vez que foi eliminada ainda na Primeira Fase. Confira:

1° - Cruzeiro – 59 finalizações – 15 gols – 25,4%.

2° - Palmeiras – 78 finalizações – 14 gols – 17,9%.

3° - Grêmio – 88 finalizações – 13 gols – 14,8%.

4° - Corinthians – 71 finalizações – 10 gols – 14,1%.

5° - Vasco – 103 finalizações – 13 gols – 12,6%.

6° - Santos – 50 finalizações – 6 gols – 12%.

7° - Flamengo – 60 finalizações – 7 gols – 11,7%.

Saiba mais:

Flamengo e Corinthians querem Love, diz jornal

Real Madrid de olho em 'sensação' do Palmeiras

Pato diz que não recusaria volta à antiga equipe

Crédito foto: Cristiane Mattos/Light Press 

Deixe seu comentário