Rodrigo Bueno: os mil gols de Lionel Messi

No último fim de semana o craque argentino chegou à marca do milésimo gol, na goleada do Barcelona por 3 a 0 sobre o Levante, pela La Liga

339194
False

Como este blog já havia apontado no ano passado, Messi estava perto de alançar a marca de mil gols se considerarmos todas as vezes que ele balançou as redes desde a base em partidas registradas e reconhecidas. O feito aconteceu no sétimo dia de 2018, nos 3 a 0 contra o Levante, pelo Espanhol. A conta do milésimo gol de Messi é muito polêmica, claro, porque significa contar gols do craque argentino desde os 6 anos de idade no Newell’s Old Boys, mas é bom lembrar que Romário, em sua lista de gols, computa tentos desde os 13 anos na base do Vasco. É bom salientar também que Messi não está nenhum pouco preocupado com uma lista de gols, não está forçando barra nenhuma para entrar na seleta lista dos jogadores que anotaram mais de mil gols, seja lá qual critério for adotado.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Entre 1994 e 1999, Messi disputou 176 jogos pelas categorias de base do Newell’s e anotou 234 gols, segundo dados da Associação Rosarina de Futebol, a federação regional em Rosario. A primeira vítima do menino Messi foi o Pablo VI, que levou quatro gols do craque no dia 9 de abril de 1994 (antes de o Brasil ser tetra, portanto) em um 6 a 0. A equipe de Messi então era conhecida como “La Máquina 87”, uma referência ao ano de nascimento dos garotos do time, dentre eles a “Pulga”.

Veja a programação do FOX Sports 

Entre 2000 e 2005, Messi defendeu as famosas canteras do Barça. Nesse período, disputou 107 partidas e marcou 105 gols, entre infantil, cadete, juvenil, Barcelona C e Barcelona B. No dia 7 de março de 2001, aos 13 anos, ele fez o primeiro gol com a camisa do Barça. Foi contra o Amposta. Lembro mais uma vez aqui que Romário, para chegar aos mil gols, estendeu sua conta pessoal até os 13 anos, curiosamente a idade do primeiro gol de Messi na base do Barça. No time principal do clube, Messi disputou 662 jogos desde 2004 e anotou 561 gols, sendo que 609 dessas partidas foram oficiais, nas quais ele balançou as redes 527 vezes.

Messi tem gols ainda pelas seleções argentina principal (61 em 123 jogos), olímpica (2 gols em 5 partidas) e sub-20 (14 gols em 18 jogos). Já virou o maior artilheiro da seleção de seu país, assim como é o maior goleador da história do Barcelona. Ganhou a medalha de ouro nos Jogos de Pequim em 2008 e foi campeão mundial sub-20 em 2005 na Holanda.

É quase impossível para Messi alcançar o número de gols de Pelé sem contar partidas da base, mas já dá para colocar Messi praticamente no patamar de Romário (não vou entrar aqui nas contas muito particulares de Túlio Maravilha) em termos de artilharia. A lista dos gols do Rei (entre 1281 e 1285, dependendo da fonte) tem pelo menos 471 tentos anotados em partidas não oficiais, incluindo aí 15 gols por equipes militares (Forças Armadas e Guarda Costeira) e outros 3 em time de sindicato de atletas.

Pelé só tem gols computados desde que virou jogador profissional, não há gols de base em sua lista. Messi tem condições de chegar sim ao milésimo gol contando apenas em partidas oficiais, mas terá que manter sua alta média de tentos por temporada por pelo menos mais sete anos. Faltam 396 gols para esse milésimo oficial (Messi tem 23 gols em 14 amistosos beneficentes e festivos, por exemplo). No jogo contra o Levante em que ele fez o milésimo contando desde a base, Messi compelou 400 jogos de Campeonato Espanhol e 365 gols na Liga, é recordista nela. Confira abaixo os gols de Messi e as contas para o milésimo do craque.

                                                                                     

Saiba mais:

Sormani: o que a Inter de Milão 'não abre mão' para liberar Gabigol

Oficial! Barça anuncia chegada de Mina

São Paulo empresta meia para outro paulista  

Crédito da imagem: EFE 

Deixe seu comentário