PVC: Palmeiras quer jogo moderno e com a bola no estilo “academia”

Roger Machado terá o desafio de assumir o comando do Verdão em 2018

332711
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

O Palmeiras do Roger vai jogar com a característica que vinha tendo com o Alberto Valentim. Então por que não mantém? Alberto não conseguiu dar "peso" ao nome dele. Se ganhasse o clássico com o Corinthians, em Itaquera, se terminasse com sobra como vice-campeão do Brasileiro... O Roger traz o mesmo estilo de jogo, com um peso maior, embora não tenha grande peso (a nível geral). Abel Braga serviria de "escudo" para a direção do Palmeiras: "Contratei o melhor técnico do mercado, o nome mais pesado, e me protejo com isso". Mas o Palmeiras não fez isso. 

A direção do Palmeiras fez a escolha de um técnico pela maneira como se quer jogar, pela criação de um método de jogo e trabalho, que é o que tem faltado há tempos no clube. Roger precisa de apoio, e a diretoria, ao invés de se proteger, ela terá que proteger um nome que não foi tão bem recebido. Está lá porque o Palmeiras quer ter uma "academia", que joga moderno e com a bola, que obriga seu adversário a se defender. 

Deixe seu comentário