PVC: Flamengo repete erro e problema é maior do que suposta falta de vontade; veja

Rubro-Negro tem adotado estratégia que dificulta desenvolvimento da equipe. Questão vai além da avaliação do trabalho do treinador e passa também pelo perfil do elenco. É hora de cobrar

330222
Compartilhar vídeo
Inserir vídeo
Tamanho do vídeo

Título carioca, queda precoce na fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone, vice-campeonato na Copa do Brasil e rendimento abaixo do esperado no Campeonato Brasileiro, onde ocupa atualmente a sétima colocação na tabela. O que acontece com o Flamengo? Fiz um rápido balanço: 

Veja a programação ao vivo no FOX Sports 

"É muito cruel dizer que o diagnóstico é que o Flamengo não tem vontade. Não acho que seja simples assim. O Flamengo tem repetido uma estratégia que não tem funcionado: a de mexer muito no elenco no decorrer da temporada. Claro que o elenco se reforça quando chega o Éverton Ribeiro, por exemplo. Mas você mexe na estrutura tática da equipe. Pode ser que eu esteja simplificando, mas há questões que passam pela formatação do elenco. Não por determinar que o técnico é o culpado. Tem características do time. Por que o time do Zé Ricardo jogava melhor e não vencia, e o Flamengo controla o jogo e não vence? É a mesma coisa. Tem o aspecto dos jogadores. Dizem que tem que cobrar: tem. Mas é só chamar e fazer reunião no centro do campo para mostrar que está cobrando? Não! É cobrar de verdade. O time tem que se inconformar com a derrota. Já passou da hora do Flamengo passar a ter resultados mais expressivos do que teve nos últimos cinco anos". 

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Saiba mais:

O que foi dito no vestiário do Palmeiras

Guerrero rompe o silêncio após suspensão

Edmundo critica postura de gigante brasileiro