Simon: no Dia do Árbitro, precisamos fazer uma reflexão sobre nossa função dentro do esporte

Carlos Eugênio Simon é ex-árbitro da FIFA e já apitou três Copas do Mundo

322216
False

No dia 11 de setembro comemora-se o Dia do Árbitro Esportivo. Aproveito a oportunidade para apresentar minhas congratulações a todos os árbitros e árbitras que desempenham seu ofício nos gramados dos campos de futebol do Brasil. Seja nas modernas arenas das metrópoles ou nos acanhados estádios de dos municípios interioranos, a presença dos homens e mulheres do apito e das bandeiras é imprescindível para o desenvolvimento do futebol brasileiro profissional e semi-profissional.

Fla exclusivo, Corinthians e Santos no FOX Sports

Que esta data seja também motivo de reflexão tanto por parte da arbitragem como dos dirigentes do futebol nacional. À arbitragem impõe-se a conscientização de que a sua importância no mundo milionário do futebol está em desacordo flagrante com a baixa remuneração pelo seu trabalho, especialmente em comparação com os polpudos salários recebidos por jogadores e treinadores. Aos dirigentes cabe a percepção de que se constitui uma aberração a relação trabalhista que trata o árbitro como um trabalhador informal.

Para o bem e o fortalecimento do nosso futebol esta situação precisa mudar.

Saiba mais:

Ex-presidente detona escalação do Fla

Amigo ‘entrega’ futuro de Diego Costa

Emprestado, atacante pensa no Palmeiras

Deixe seu comentário