Fabio Azevedo: minha seleção Fla-Botafogo e Grêmio-Cruzeiro

Quem é quem mostra favoritismo fora de campo, mas força do Botafogo no mata-mata e fator casa para o Cruzeiro equilibram decisão

319372
False

Este exercício de escalar um time no quem é quem, com os protagonistas da decisão da Copa do Brasil, é sempre bacana e gera polêmica. Como em uma mesa de bar, vamos aos comentários nos “duelos” posição por posição e participe!

Thiago x Gatito – Gatito tem mais experiência e vem jogando. Logo, tem mais ritmo e segurança.

Rodinei x Luis Ricardo – O lateral do Botafogo está voltando de cirurgia e ainda precisa de ritmo. Por isso, Rodinei ganha a vaga deste duelo.

Rever x Marcelo – A experiência do Réver pesa neste confronto, mas é sempre bom ficar atento ao garoto que tem talento e futuro.

Juan x Igor Rabello – A explicação acima serviria, não fosse pelas boas atuações e regulares do jovem zagueiro alvinegro. Igor fica com a vaga.

Pará x Victor Luís – Improvisado, Pará perde esta disputa para o Victor Luís.

Cuellar x Matheus Fernandes – A atuação no primeiro jogo e a experiência de seleção pesam a favor do volante colombiano.

Willian Arão x Rodrigo Lindoso – Lindoso tem sido mais regular na temporada. 

Berrío x Bruno Silva – Bruno Silva é um dos jogadores mais importantes do time do Botafogo. Joga na frente e atrás também, ajudando na marcação.

Diego x João Paulo – Mesmo não estando em um grande momento, Diego é mais decisivo e ganha a vaga.

Everton x Guilherme – Este é o duelo mais fácil de decidir. Se fosse contra o Pimpão, a história mudaria. Everton leva a posição.

Guerrero x Roger – Este é o duelo mais equilibrado, mas a força do jogador peruano pesa, um pouco, para que ele ganhe a vaga. Roger vive grande momento também.

Seleção: Gatito, Rodinei, Rever, Igor Rabello e Victor Luís; Cuellar, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Diego; Everton e Guerrero.

Fla x Bota e Cruzeiro x Grêmio ao vivo no FOX Sports 

Fabio x Marcelo Grohe – Duelo muito equilibrado. Dois goleiros rodados e experimentados. Hoje, Grohe.

Lucas Romero x Edílson – Edílson tem muita força ofensiva e é boa opção na bola parada.

Léo x Bressan – A experiência e o ritmo de jogo decidem esta posição para o zagueiro Léo.

Murilo x Kannemann – O zagueiro argentino vive grande fase e leva o duelo.

Diogo Barbosa x Cortez – Dois jogadores que dão equilíbrio pelo lado esquerdo e empatariam, mas como preciso escolher um vou com Diogo Barbosa.

Henrique x Michel – O meio-campo do Grêmio tem um entrosamento capaz de destoar neste duelo. Michel fica com a vaga.

Lucas Silva x Maicon – O capitão do Grêmio oscila na temporada, mas fica com a vaga.

Robinho x Ramiro – A velocidade do Robinho pelo lado do campo e o poder ofensivo dão a vaga ao Robinho.

Alisson x Pedro Rocha – Pedro Rocha tem sido importante pelo lado esquerdo e feito a diferença.

Thiago Neves x Luan – Duelo equilibrado, mas Luan fica com a vaga. A busca pelo mercado europeu dá o tom do atual momento do atacante do Grêmio.

Rafael Sóbis x Lucas Barrios – O homem gol fica com a vaga.

Seleção: Marcelo Grohe, Edilson, Léo, Kannemann e Diogo Barbosa; Michel, Maicon, Robinho e Pedro Rocha; Luan e Lucas Barrios. 

Saiba mais:

Palmeiras confirma reforços

Chelsea pode demitir Conte

Corintiano é desejo do Sevilla

Deixe seu comentário