Os jovens de talento revelados no Bayern, mas sem chances no time

Clube de Munique costuma negociar boa parte de seus atletas da base muito cedo. Alguns voltam, mas outros fazem sucesso em rivais

235815
False

Líder da Bundesliga, o Bayern não foi às compras nesta janela de transferências de janeiro. E além de não contratar reforços, o time de Munique ainda perdeu alguns atletas para a sequência da temporada: os jovens promissores meio-campistas Sinan Kurt, negociado com o Hertha Berlim, e Gianluca Gaudino, que foi para o St. Gallen, da Suíça, ambos de apenas 19 anos de idade.

Kurt rendeu algo em torno de 500 mil euros aos cofres do Bayern, que tem a opção de recompra do atleta a partir de 2018, caso desembolse 10 milhões de euros. Já Gaudino foi emprestado aos suíços até o fim da temporada que vem, no meio de 2017, para ganhar minutos de jogo. Sem muitas oportunidades com Pep Guardiola, os dois jogadores deixaram o clube de forma precoce, como outros fizeram ao longo dos anos.

Com muito dinheiro, o Bayern é um clube comprador. Isso todos nós sabemos. Mas é também conhecido por ser um clube revelador, com boa estrutura nas categorias de base e que sempre descobre talentos. Porém, a maioria desses jogadores têm forte concorrência no elenco, disputando vaga com nomes consagrados e contratados a peso de ouro, e, assim, sem receberem as devidas chances no time principal.

Emprestar parece ser algo que pode dar certo. Revelado no Bayern, o experiente Philipp Lahm passou duas temporadas (2003/2004 e 2004/2005) no Stuttgart antes de se tornar o ídolo que é hoje; entre 2009 e 2010, Toni Kroos ficou um ano e meio emprestado ao Bayer Leverkusen e retornou mais experiente, pronto para ser titular; já David Alaba ficou seis meses cedido ao Hoffenheim e fez 18 jogos, bem mais do que as cinco partidas que havia disputado anteriormente com a camisa bávara.

Esses exemplos voltaram e deram conta do recado. Mas existem aqueles que eram considerados promessas, saíram e não vingaram. E tem também os que deixaram Munique para brilhar em outros clubes. Veja alguns nomes:

- Mitchell Weiser (21 anos) - O polivalente jogador chegou a ter boas atuações com Guardiola, principalmente atuando como lateral, mas preferiu não renovar o seu contrato e acertou com o Hertha Berlim no início da atual temporada. É um dos grandes destaques do time da capital, sensação da Bundesliga com o terceiro lugar na tabela.

- Julian Green (20 anos) - O norte-americano é considerado um dos bons nomes para o futuro. Passou a temporada passada emprestado ao Hamburgo, retornou ao Bayern e desde então não tem muitas chances no time principal.

- Pierre-Emile Hojbjerg (20 anos) - Com 17 anos de idade, o dinamarquês tornou-se o jogador mais jovem do Bayern a jogar na Bundesliga. Com poucas oportunidades, foi emprestado ao Schalke e retorna no final da temporada. Na temporada passada, ele foi cedido ao Augsburg.

- Emre Can (21 anos) - O meia foi negociado com o Bayer Leverkusen em 2013, o Bayern tinha opção de recompra, mas preferiu não ficar com o atleta. Can foi negociado com o Liverpool, onde atualmente é titular absoluto no esquema de Jürgen Klopp, e também passou a ser chamado por Joachim Löw na seleção alemã principal.

- Alessandro Schöpf (21 anos) - Meio-campista austríaco, o jovem atleta foi formado no Bayern e considerado uma grande promessa da base, mas não teve chance no time principal e foi para o Nuremberg. Atualmente está no Schalke, recém-contratado por 6 milhões de euros.

- Ylli Sallahi (21 anos) - O lateral austríaco fez apenas um jogo pelo Bayern, onde foi revelado, mas como tinha poucas chances na equipe, foi negociado com o Karlsruher.

- Lukas Raeder (22 anos) - Com Manuel Neuer tomando conta da meta bávara, o jovem e promissor goleiro de 1,94m preferiu experimentar novos ares e hoje é titular absoluto e destaque do Vitória Setúbal, de Portugal. Foram apenas dois jogos disputados pelo time profissional do Bayern, entre 2012 e 2014.

- Diego Contento (25 anos) - Foram quatro anos anos no time profissional do Bayern, mas o lateral-esquerdo não vingou. E teve inúmeras chances para isso. Sem convencer, ele foi negociado com o Bordeuax, da França, em 2014.

- Mehmet Ekici (25 anos) - O talentoso turco - mas nascido em Munique - ficou de 1997 a 2011 no Bayern, sem ter oportunidades na equipe. Depois foi para o Werder Bremen e atualmente está no Trabzonspor, do seu país, além de também integrar a seleção da Turquia.

- Mats Hummels (27 anos) - Revelado no Bayern, o zagueiro ficou no clube bávaro por muitos anos, entre 1995 e 2008, sendo emprestado ao Borussia Dortmund por um ano. A diretoria
aurinegra decidiu então ficar com o jogador em definitivo, pagou a multa e ele se transformou em um dos melhores defensores do mundo.

Hoje no Dortmund, Hummels já vestiu a camisa do Bayern (Kicker/Reprodução)

- Piotr Trochowski (31 anos) - O experiente meio-campista jogou na base do Bayern e deixou o clube muito cedo, com 21 anos, desembarcando no Hamburgo, onde brilhou e foi convocado para seleção da Alemanha, jogando a Copa do Mundo de 2010. Com passagem pelo Sevilla, as muitas lesões prejudicaram a carreira do atleta, que hoje atua no Augsburg.

- Zvjezdan Misimovic (33 anos) - Meia bósnio de muita habilidade e que jogou pouco no Bayern, saindo em 2004. Ele passou por Bochum e Nuremberg antes de brilhar no Wolfsburg, onde foi um dos principais nomes do título alemão dos Lobos, em 2009. Já experiente e em reta final de carreira, o atleta atualmente está no Guizhou Renhe, da China.

Deixe seu comentário