Meu xará, o Mito!

Rogério Ceni fará sua despedida dos gramados em jogo festivo no Morumbi, nesta sexta-feira (11)

230862
False

Meu xará, um cara que sempre me atendeu muito bem (desde os tempos de Jovem Pan - isso entre 1997 e 2000).

Um homem que um dia, na TV Record (em 2006), falou para mim: "Xará, você escreve muito!".

Tinha feito uma crônica especialmente para ele, era "Dia do Goleiro".

Goleiro? Rogério Ceni foi muito mais do que um arqueiro.

Líder, artilheiro, vencedor, recordista. Amado, invejado. Mistura de tudo. Mito de tudo!

Já deu belíssima contribuição ao futebol.

Talvez lhe tenha faltado mais chances na seleção brasileira.

Sincero, autêntico, nunca vestiu capa de bom moço, embora tenha voado (como se tivesse uma capa de herói) várias vezes para operar milagres.

É hora não só de tricolores reconhecerem o que você foi para o futebol.

Irritantemente, reconheço, não jogou no meu time, mas foi um ídolo. Afinal, ídolo é assim, independe de cores.

Sucesso sempre, xará!

Agora é hora de retribuir: "Goleiros existiram e existirão muitos. Rogérios têm vários por aí e aqui. Mas você é único! Seja feliz!".

Veja também:

Rogério Ceni receberá escultura com 'momentos m1ticos' pelo São Paulo

Aloísio celebra reencontro com heróis do título mundial do São Paulo em 2005

Camisa 01 de Rogério Ceni será aposentada no São Paulo

Deixe seu comentário