Romo errou na decisão. Enquanto você lia, mais uma interceptação

Nem só de trapalhadas vivem os atletas, mas de sorte também. Tony Romo recebe hoje o Prêmio Pé-Torto

123732
False

Não, caro leitor, nunca existiu um prêmio Pé-Torto até hoje. Mas esta segunda-feira, 7 de outubro, entrará para os anais da história esportiva mundial. Isso porque Tony Romo, quarterback do Dallas Cowboys, foi contemplado com o prêmio mais importante do nosso blog (e único também). No último domingo (6), os Cowboys enfrentaram o Denver Broncos, do aclamado Peyton Manning, e foi aí que tudo começou.

Essa não é a melhor parte. A real é que Antonio Ramiro Romo conseguiu quebrar seu recorde pessoal na partida. O jogador lançou para mais de 500 jardas, 500! Além de dar 5 passes para touchdown. Está achando que é brincadeira? Apesar de o Denver manter a partida equilibrada, a equipe do Texas tinha tudo e mais um pouco para vencer a disputa.

Veja também: Messi morará em campo de futebol de luxo

Marica muda de nome para evitar piadas na Espanha

Eurocopa de 2020 pode ter Brasil e Argentina

O último quarto foi para cardíaco nenhum por defeito. Era toma lá da cá. Quem ganharia do QB que lançou 5 TDs e mais de 500 jardas na partida? Aí é que tá. Os Broncos ganhariam - interceptaram a bola da salvação lançada por Romo, enrolaram, enrolaram, chutaram pro gol e pronto, os Cowboys, time bastante irregular na NFL, tropeçaram, caíram de cara, desceram do céu, tombaram do cavalo.

Romo conseguiu, porém, sua melhor partida em termos de números no Dallas, mas pena que o Peyton não precisa sempre ser melhor para vencer. Basta uma corridinha aqui, um lançamento ali, umas faltas, umas ajoelhadas e pronto. Receita simples para dar ao adversário o prêmio de azarado do ano.

Deixe seu comentário