Pimpão provoca o Flamengo depois de classificação do Botafogo

Atacante era um dos mais emocionados com a vitória, chegou a chorar com a festa da torcida, que gritou seu nome, e não esqueceu de provocar o Flamengo, eliminado na véspera

compartilhado
Atacante foi substituído no segundo tempo por estar cansado (Satiro Sodré/SSPress/Botafogo)
Atacante foi substituído no segundo tempo por estar cansado (Satiro Sodré/SSPress/Botafogo)
305140
compartilhado

O técnico Jair Ventura se confessou muito feliz com o desempenho dos jogadores do Botafogo na partida desta quinta-feira, quando o Alvinegro derrotou o Atlético Nacional por 1 a 0 e se classificou, de forma antecipada, para a próxima etapa da Conmebol Libertadores Bridgestone.

Mesmo assim, o treinador ainda não está satisfeito. A intenção de Jair é vencer o Estudiantes, em Buenos Aires, e assumir a primeira posição do grupo para ter vantagem no sorteio para as oitavas. “Vamos para a Argentina buscar o primeiro lugar do grupo, o que é muito importante”, avisou.

Na entrevista coletiva logo após o duelo no estádio Nilton Santos, o técnico botafoguense disse que a classificação foi obtida com méritos, principalmente porque o time de General Severiano pegou equipes “muito difíceis” na pré-Libertadores.

“O sorteio da fase de grupo não nos deu vida fácil. Jogamos contra o atual campeão dentro e fora de casa. A palavra é merecimento, pela entrega, garra e obediência. Mas agora é pés no chão”, avaliou Jair.

Veja mais:

Fogão 'deita' em grupo da morte

Corinthians acerta com lateral

Rever pediu 'jogo de compadres'

Substituído durante o segundo tempo, depois de parecer muito cansado, o atacante Rodrigo Pimpão era um dos mais emocionados com a vitória que garantiu a classificação do Botafogo na competição continental. O atacante chegou a chorar com a festa da torcida, que gritou seu nome. Mesmo com lágrimas nos olhos, Pimpão não esqueceu de provocar o Flamengo, eliminado na véspera. “Para os que falaram que não chegamos na final do Carioca, agora vão ter assistir a gente do sofá”, cutucou.

Para Victor Luis o time entrou disposto a deixar a alma em campo para ficar com a vaga. O lateral garantiu que se tivesse mais trinta minutos para correr, os jogadores dariam o máximo para conseguir a vitória. “Vamos levar o Botafogo até o fim. Temos que sonhar para chegar à final e conseguir um grande título esse ano”, concluiu o ex-palmeirense.

Deixe seu comentário