Brasil não joga não? Jornal faz seleção da Libertadores até agora

Lanús, da Argentina, é o clube com mais escolhidos entre os 11 iniciais selecionados pelo diário espanhol As. Verón, presidente e jogador do Estudiantes, também foi citado na lista

False
301200

Com a terceira rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone encerrada, surgem as discussões de quais foram os jogadores de maiores destaques. O jornal espanhol As organizou um time com seus 11 ideais, baseando-se nas partidas que foram disputadas até agora. Curiosamente, nenhum atleta brasileiro ou jogador que defende um clube do Brasil chegou a lista.

Na meta do time fictício, Máximo Banguera, do Barcelona (EQU), foi o eleito da vez após fechar o gol contra o Botafogo, na partida desta última quinta-feira (20 de abril). Em um esquema de 3-4-3, os três defensores montados pelo diário são Christian Aleman, também do Barcelona, Andre Mosquera, do Independiente Medellín (COL), e Alejandro Silva, do Lanús (ARG).

Leia também:

Barça tem bons números sem Neymar

Chineses dispostos a liberar Pato

Real Madrid e Kaká podem se reencontrar

No setor do meio-campo, os clubes da Argentina lideram a lista. O interminável Juan Sebastián Verón, do Estudiantes, foi um dos indicados após grande atuação contra o atual campeão da Libertadores, Atlético Nacional. Lautaro Acosta, do Lanús, e Guillermo Fernández, que marcou o gol da vitória do Godoy Cruz, são os outros dois jogadores de times argentinos. Para fechar a criação, Ángel Cardozo, do Libertad (PAR), também foi citado após gol contra o Atlético-MG.

Para o ataque, o trio ofensivo é composto por Bielkiewicz, do Deportes Iquiques (CHI), que marcou dois gols em 20 minutos nesta semana, Rodrigo López, do Guarani (PAR), que fez um gol crucial contra o Grêmio, além de Germán Denis, também do Lanús, responsável por marcar um tento de pênalti contra o Zulia (VEN).

Deixe seu comentário