Veja a inacreditável oferta recusada por Ozil: 'Demorei só três minutos para dizer não'

Em sua autobiografia, o meio-campista alemão dos Gunners revelou ser o jogador favorito do presidente chinês Xi Jinping e disse ter recusado uma proposta inacreditável de uma equipe do país asiático

compartilhado
Veja a inacreditável oferta recusada por Ozil: 'Demorei só três minutos para dizer não' (Getty Images)
Veja a inacreditável oferta recusada por Ozil: 'Demorei só três minutos para dizer não' (Getty Images)
300894
compartilhado

Em sua autobiografia, o meia-atacante alemão Mesut Özil revela que recebeu uma proposta de uma equipe chinesa antes do começo da atual temporada. Segundo o jogador de 28 anos, ele receberia um salário anual de 20 milhões de libras (cerca de R$ 78,7 milhões) por ano em um contrato de cinco temporadas. No total, ele faturaria 100 milhões de libras (R$ 393 milhões) nesse período.

“Era uma quantidade de dinheiro que ultrapassava todos os limites da minha imaginação. Apesar disso, eu não demorei três minutos para recusar a oferta. O meu agente, Erkut, me ligou e me contou da proposta. Ele disse: ‘Acho que concordamos no que vamos fazer, não é? Você não vai considerar?’”, contou Özil, que ainda revelou ser o jogador favorito do presidente da China.

“O assunto já estava resolvido. E eu sabia que, a propósito, o presidente chinês Xi Jinping é um fã. Uma vez, um diretor do Arsenal veio nos contar que o presidente tinha abordado o clube pedindo uma camisa minha com uma dedicatória. Na verdade, ele queria uma camisa da Alemanha e prometemos uma a ele”, concluiu.

Veja mais:

Chapecoense empata com Nacional

Barça pode ter Neymar contra Real

Dudu na mira dos turcos

Deixe seu comentário