Pierre relembra ‘fato marcante’ e fala sobre Felipe Melo: ‘Tem o espírito que o palmeirense gosta'

Agora, em 2017, uma das principais peças do elenco de Eduardo Baptista é o volante Felipe Melo, que tem a característica de ‘pegada’ no meio-campo, que tanto consagrou Pierre com a camisa do Palmeiras

compartilhado
Pierre falou sobre a chegada de Felipe Melo ao Palmeiras (Cesar Greco/ Fotoarena)
Pierre falou sobre a chegada de Felipe Melo ao Palmeiras (Cesar Greco/ Fotoarena)
295533
compartilhado

Peça-chave nas equipes do Palmeiras em 2008 e 2009, o volante Pierre, atualmente no Fluminense, conversou com exclusividade com o FOXSports.com.br. Dentre diversos assuntos, o meio-campista relembrou um ‘fato curioso’ na chamada ‘Batalha da Cordilheira’, que salvou o Palmeiras de cair ainda na fase de grupos da Libertadores de 2009.

“Naquele ano eu machuquei o tornozelo contra o Colo-Colo, lá no Chile. Eu fiquei ainda um tempo em campo e consegui salvar uma bola que seria gol deles. Um jogador do Colo-Colo chuta e a bola pega no meu peito e sai. Eu creio que se eu saio naquele momento, a classificação poderia ter ido por água a baixo”. Naquele momento, a partida no Monumental de Nuñez estava 0 a 0, e o Verdão precisava da vitória para avançar às oitavas de final.

Saiba mais:

Baptista dá recado para torcida do Palmeiras

Veja imagens da festa da torcida do Flamengo no maracanã

Jornais espanhos exaltam Neymar: 'apoteótico'

Aos 40 minutos do segundo tempo, o meia Cleiton Xavier acertou uma pedrada do meio da rua e anotou um golaço, que deu a classificação ao Alviverde. Agora, em 2017, uma das principais peças do elenco de Eduardo Baptista é o volante Felipe Melo, que tem a característica de ‘pegada’ no meio-campo, que tanto consagrou Pierre com a camisa do Palmeiras.

“Felipe Melo é um cara que acrescenta demais para o elenco do Palmeiras campeão brasileiro. A carreira dele é repleta de grandes clubes, vestiu grandes camisas, disputou Copa do Mundo e tem o espírito que o torcedor do Palmeiras gosta, que é o de não desistir, de ir atrás da bola o tempo inteiro. Só tenho a desejar sucesso para ele e que ele tenha sucesso com a camisa do Palmeiras”, disse o meio-campista.

Deixe seu comentário