Wellington Nem brinca com propostas por jovens do Tricolor: 'Vende um e me compra'

Emprestado ao clube do Morumbi pelo ucraniano Shakhtar Donetsk até o fim de 2017, atacante comentou a situação que vive o trio revelado nas categorias de base

False
290384

Precisando se fortalecer financeiramente, o São Paulo pode vender algumas de suas principais promessas até meia-noite desta teça-feira, quando a janela de transferências da Europa será fechada. Em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, no CCT da Barra Funda, o atacante Wellington Nem comentou e brincou com o interesse do Velho Continente no futebol de David Neres, Luiz Araújo e Lyanco.

“Estou por fora (das negociações), mas se o São Paulo quiser vender um deles e me comprar, eu fico (risos)”, afirmou o atacante, após a reapresentação do Tricolor.

Emprestado ao clube do Morumbi pelo ucraniano Shakhtar Donetsk até o fim de 2017, Wellington Nem comentou a situação que vive o trio revelado nas categorias de base, em Cotia. Com a experiência de quem deixou o Brasil aos 21 anos, o carioca aconselhou aos novos companheiros consultarem pessoas próximas antes de saírem do País.

Leia também:

Foi feio: Cristovão admite que derrota no clássico contra o Fluminense foi merecida

Tudo igual: Torcida briga entre si, e Internacional só empata em volta de D’Alessandro

Novo ano: Barrios revela ter rejeitado propostas para recuperar imagem no Palmeiras

“Eu fiquei sabendo do Luiz Araújo, acho que é para a França, campeonato bom de se jogar. Tem que conversar com a família, diretoria, e ver qual é a melhor opção. Na minha época, eu já tinha ganhado tudo, jogado dois Brasileiros pelo Fluminense. Foi a melhor escolha”, disse o jogador, que agora soma 24 anos.

Já o lateral direito Bruno, que também participara da coletiva, admitiu que a vontade de todo jogador é atuar no exterior, mas afirmou que o São Paulo estará preparado caso as vendas sejam confirmadas.

“Acredito que tem de ser bem conversado. Isso eles não passaram para a gente. Mas é o sonho de todo atleta. De representar um grande clube e ser vendido. O São Paulo está bem servido, eles saindo ou ficando vamos poder corresponder”, avisou o camisa 2.

Na véspera do encerramento da janela europeia, o São Paulo recebeu ofertas de R$ 50,7 milhões do Ajax (HOL), por David Neres, R$ 22 milhões, do Lille (FRA), pelo atacante Luiz Araújo, e R$ 16,9 milhões, da Juventus (ITA), pelo zagueiro Lyanco. Agora, o Tricolor estuda as propostas e tem até meia-noite de terça-feira para acertar ou não a venda de seus atletas. A tendência, contudo, é que pelo menos um deles saia, já que o clube passa por dificuldades financeiras e o dinheiro viria para aliviar a situação de seus cofres.

Deixe seu comentário