Fifa pagará mais de R$ 500 mil ao Palmeiras por lesão de Fernando Prass antes dos Jogos Olímpicos

A medida faz parte de um programa de proteção da Fifa aos clubes que têm jogadores convocados para a disputa de torneios de seleções reconhecidos pela entidade

False
288112

A fratura no cotovelo direito sofrida pelo goleiro Fernando Prass levará a Fifa a ressarcir o clube em R$ 520 mil. O pagamento será feito porque o jogador se machucou durante a preparação da Seleção Brasileira que disputou os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A medida faz parte de um programa de proteção da Fifa aos clubes que têm jogadores convocados para a disputa de torneios de seleções reconhecidos pela entidade. O montante é calculado de acordo com os salários de Prass e o período em que ele se ausentou dos campos para superar o problema físico.

Saiba mais:

Camisa 10? Diretor do Flamengo afirma que tendência é que Conca vista a 11 e Diego siga com a 35

Negou: Mattos trata como 'impossível' chegadas de Pratto e Borja, mas projeta mais dois reforços

Será? Presidente do Nacional diz que ficaria "completamente louco" com a chegada de Ronaldinho

Prass sofreu a lesão em julho, antes do início da Olimpíada. Ele passou por uma cirurgia para corrigir o problema em agosto e só retornou aos gramados na partida em que o Palmeiras conquistou o título brasileiro. Ele recebeu uma homenagem de Cuca e substituiu Jailson no segundo tempo da vitória por 1 a 0 contra a Chapecoense, no Palestra Itália.

Plenamente recuperado, Prass iniciou a pré-temporada com os demais jogadores e deverá ser utilizado como titular pelo técnico Eduardo Baptista. O primeiro jogo do Palmeiras no ano será disputado no próximo dia 21, em amistoso de caráter beneficente com a Chape. A estreia oficial ocorre em 5 de fevereiro, contra o Botafogo-SP, no Palestra.

Deixe seu comentário