Fifa multa Santos por irregularidade em transferências de atletas

Entidade máxima do futebol mundial proibiu o envolvimento de grupos de investidores na transação de atletas. Peixe teve relações estreitas com a Doyen Sports

False
246755

Fiscalizando fortemente qualquer ação ilícita nas transferências de jogadores, desde que promulgou, em maio do ano passado, que não será mais permitido envolver terceiros em negociações de atletas, a Fifa divulgou nesta terça-feira uma punição para quatro clubes que desobedeceram a norma, entre eles, o Santos.

Foi definido pela entidade que não se poderá mais envolver grupos de investidores na transação de um jogador, prática que foi usada pelo alvinegro praiano com alguns jogadores de seu elenco, como Lucas Lima, que tem direitos econômicos ligados a empresa Doyen Sports.

Saiba mais:

Fala, presidente! Infantino diz ser "a favor" de Copa do Mundo sediada em diversos países

Situação de risco: Em crise e com dérbi no domingo, Palmeiras se concentra em Atibaia

Negócio fechado: Cruzeiro anuncia venda de 10% dos direitos de Lucca ao Corinthians

A sanção que o Peixe recebeu prevê uma multa de 75 mil francos suíços (R$ 280 mil), além de uma advertência formal que funciona como aviso para que a irregularidade não se repita. Outras três equipes também foram penalizadas pela mesma ação: o Sevilla, da Espanha, o Twente, da Holanda, e o Sint-Truidense, da Bélgica.

“O clube foi considerado responsável pela elaboração de contratos que permitiram a terceiros influenciar a independência do clube no mercado de transferências, não declarar as informações obrigatórias no Sistema de Transferência Internacional e não cooperar com a investigação conduzida pela Fifa”, informa a entidade em nota no site oficial em relação a culpa do Peixe no caso.

O Santos já se pronunciou e emitiu comunicado sobre assuntos, desconversando sobre ter recebido qualquer tipo de punição, entretanto:

“O Santos vem sendo questionado acerca de um alegado procedimento iniciado pela FIFA em que teria sido penalizado e vem esclarecer não haver recebido nenhuma notificação, quer da FIFA, quer da CBF acerca de qualquer imposição de penalidade ao Santos FC, por nenhuma esfera. O Santos FC está e sempre esteve à disposição da FIFA e da CBF para quaisquer esclarecimentos e exibição de documentos que forem solicitados”.

Deixe seu comentário